Globo acata decisão judicial e vai transmitir semifinal do Carioca

Globo vai transmitir Fluminense x Botafogo, mas vai recorrer da decisão

Após romper o contrato com o Campeonato Carioca um dia após o Flamengo transmitir seu jogo no YouTube e anunciar que não iria transmitir os jogos das semifinais e final, a Rede Globo teve que voltar atrás por conta da decisão judicial obtida pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro que determina a exibição do jogo. A emissora, em nota, afirmou que vai exibir o duelo da semifinal da Taça Rio entre Fluminense e Botafogo, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Nilton Santos. Porém, a Globo vai recorrer da decisão.

 

A partida deste domingo será exibida para o Brasil inteiro no SporTV e no Premiere. O clássico terá transmissão também da Globo em Juiz de Fora (MG) e nos seguintes estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão, Amazonas, Pará, Acre, Amapá, Rondônia, Roraima e Distrito Federal.

Veja a nota da Globo na íntegra:

“A Globo rescindiu essa semana o contrato para a transmissão do Campeonato Carioca pela violação dos seus direitos de exclusividade, mas recebeu ontem à noite uma ordem judicial que a obriga a transmitir os jogos sobre os quais tinha direito quando o contrato estava em vigor. A Globo vai recorrer da decisão, mas, em respeito à Justiça e aos Clubes, dos quais é parceira histórica, vai transmitir a partida de amanhã entre o Fluminense e o Botafogo pela semifinal da Taça Rio, na TV Globo, no SporTV e no Premiere. A Globo esclarece que os clubes são livres para transmitir seus jogos ou autorizar que terceiros os transmitam, uma vez que o contrato foi rescindido. Para transmitir o jogo que acontece amanhã, às 16h, no Estádio Nilton Santos, a Globo está acionando um protocolo de urgência que garanta a logística para uma transmissão com o padrão de qualidade de sempre e que resguarde a segurança e a saúde das equipes de transmissão. A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, entende a sua importância para clubes, jogadores, marcas e torcedores e reitera a sua crença de que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros.”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*