Com saída de Roberto Carlos, Juazeirense terá novas eleições nesta terça

Roberto Carlos é presidente do clube desde 2018

Em entrevista ao site Bahia Notícias, o presidente da Juazeirense e deputado estadual, Roberto Carlos, anunciou que deixará a presidência do Cancão de Fogo, fundado por ele em 2008 após deixar o comando do Juazeiro. O mandatário assumiu a presidência em 2018 e apesar de o seu mandato ser válido até 2022, ele vai renunciar ao cargo e no dia 14 de julho novas eleições irão definir o novo presidente do clube.

 

“Eu já queria ter me afastado da presidência há algum tempo. Continuarei colaborando e participando, mas não como presidente. Vamos ter novas eleições dia 14 de julho. Talvez eu seja o presidente de honra, mas não tenho como ficar à frente no momento”, disse Roberto Carlos.

Um dos candidatos será o Diretor das divisões de base da Juazeirense, Randerson Leal, que é filho de Roberto Carlos e milita no clube desde a fundação em 2008. Ele anunciou a pré-candidatura ao Bahia Notícias no último sábado. Randerson é advogado e já foi diretor geral do Ibametro e diretor jurídico da Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia (Seap-BA).

“Roberto Carlos já vinha declarando há alguns anos que não queria permanecer à frente da Juazeirense. Tentamos convencê-lo do contrário, mas ele está realmente disposto a sair. Nos reunimos hoje e a diretoria chegou a meu nome por consenso. Então aceitei e vou me candidatar à presidência”, disse em entrevista ao Bahia Notícias.

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*