Zeca acredita em evolução rápida do elenco e confia no Bahia forte para a retomada

"É hora de muito trabalho e grupo do Bahia está com esse espírito”, disse

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia retornou aos treinamentos presenciais na última terça-feira (16), no CT Evaristo de Macedo, seguindo as medidas de segurança para prevenção contra a covid-19. Nesta sexta, a atividade começou com aquecimento e ativação comandado pelos fisioterapeutas José Dourado Neto e Thiago Teixeira. Já na parte principal do trabalho, os jogadores participaram de um treinamento físico-técnico de resistência, com foco nos fundamentos da condução de bola e troca de passes. Os goleiros também aprimoraram a parte técnica com uma atividade específica da posição, com o treinador Rogério Lima. Neste sábado (20), às 09h, o grupo encerra a primeira semana de treinos no CT. Entrevista do dia, o lateral-esquerdo Zeca falou sobre a preparação do time, disse acreditar que a evolução será rápida e confia em um Bahia forte para o retorno dos jogos.

 

“Vínhamos treinando em casa com o acompanhamento dos preparadores físicos do clube, e isso serviu para que retornássemos em um nível físico parecido. Isso ajuda bastante, pois creio que não levaremos muito tempo para que, de fato, todo o grupo esteja no mesmo patamar. Acredito que a evolução do elenco será rápida e confio que o Bahia voltará forte e preparado para a retomada da temporada. É hora de muito trabalho e grupo do Bahia está com esse espírito”, finalizou.

O Esporte Clube Bahia entrou em campo pela última vez no dia 14 de março, um sábado, e garantiu classificação antecipada na Copa do Nordeste ao vencer o América-RN por 2 a 0 na Arena das Dunas, com gols de Juninho Capixaba e Élber. Na Copa Sul-Americana, o Esquadrão avançou à segunda fase ao despachar o Nacional-PAR, vencendo os dois jogos (3 a 0 na Fonte Nova e 3 a 1 no Paraguai), obtendo o segundo melhor desempenho entre todos os classificados da primeira fase. Já na Copa do Brasil, acabou sendo eliminado precocemente, na primeira fase, para o modesto River-PI, perdendo por 1 a 0 no Piauí com gol nos minutos finais. No Campeonato Baiano, o tricolor vinha sendo representado pelo time transição, comandado por Dado Cavalcanti, que foi desfeito por conta da pandemia. O Bahia lidera o Estadual com 15 pontos, três na frente do vice-líder Jacuipense.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*