Uéslei Pitbull viveu melhor fase na carreira pelo Bahia em 1999

Uéslei marcou seu nome na história de Bahia e Vitória

Uéslei em ação pelo Bahia em 1999, ano em que foi artilheiro do Brasil (Haroldo Abrantes/Arquivo Correio)

O programa Globo Esporte Bahia segue homenageando grandes nomes do futebol baiano no quadro “Minha História”. O homenageado desta sexta-feira (12) foi Uéslei Raimundo Pereira da Silva, ou simplesmente Uéslei Pitbull, que relembrou as dificuldades que passou na infância e sobre seus primeiros passos no futebol. O ex-jogador falou da melhor fase na carreira, em 1999, quando vestia a camisa do Bahia e foi artilheiro do Brasil, com 54 gols, 26 deles na Série B. Ele também falou sobre a passagem pelo Vitória.

 

Uéslei foi revelado no Bahia onde sagrou-se pentacampeão baiano (1991, 1993, 1994, 1998 e 1999) e se tornou o quarto maior artilheiro do do clube com 140 gols, atrás apenas de Carlito (253), Douglas (211) e Hamílton (154). No Vitória, conquistou Baiano e Copa do Nordeste em 1997. Jogou ainda por Flamengo, Guarani, São Paulo, Inter e Atlético-MG no Brasil. No Japão, vestiu as camisas de Nagoya Grampus Eight, Sanfrecce Hiroshima e Oita Trinita.

Se aposentou em 2009, após passagem pelo Oita Trinita, do Japão. Em 8 de abril de 2011, retornou ao Bahia, desta vez, não mais como jogador. Uéslei pretendia acompanhar as categorias de base do clube e, futuramente, se tornar um treinador profissional. Já no cargo de treinador, encarou o desafio de treinar o Jacuipense, equipe da primeira divisão do estado da Bahia, e Lagarto-SE em dezembro de 2013, da primeira divisão de Sergipe.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*