Técnico se preocupa com lesões dos jogadores no retorno do futebol em agosto

Planejamento da CBF prvê o Brasileiro da Série A deve iniciar em 9 de agosto

Os jogadores, comissão técnica e membros do Núcleo de Saúde e Performance do Palmeiras passaram por mais uma rodada de testes buscando detectar possíveis infecções pelo novo coronavírus através da coleta de saliva. Os atletas se apresentaram em quatro grupos distintos no estacionamento da Academia para evitar aglomerações. Pela manhã, o grupo dos goleiros realizou avaliações específicas da posição com os preparadores. À tarde, os atletas de linha realizaram os testes de potência em oito estações posicionadas a 20 metros de distância uma das outras no campo 3.

 

Felipe Melo, aniversariante do dia, vê as avaliações como um “passo importante para o retorno”. “Feliz por poder comemorar mais um ano de vida com saúde. Procuro pensar sempre na parte positiva, em meio a essa pandemia, de poder estar junto com minha esposa, meus familiares. Passamos muito tempo afastados (dos campos). O máximo que eu havia ficado anteriormente foi um mês e meio, quando jogava na Espanha. Estávamos nos cuidando em casa, treinando, mas não é a mesma coisa não poder jogar futebol. Só de poder voltar e passar pelas avaliações faz com que nos sintamos atletas novamente. É um passo importante para o retorno

Todos as atividades realizadas na Academia de Futebol seguem rígido protocolo de segurança. Cada jogador teve novamente à disposição uma estação individual de descanso, além de um kit personalizado de hidratação e suplementação. Os equipamentos no campo foram higienizados constantemente durante a atividade e nas trocas de grupos de atletas.

Inicialmente dentro do planejamento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) o Campeonato Brasileiro da Série A deve iniciar em 9 de Agosto. Se a previsão agradou o volante Felipe Melo, não agradou os clubes paulistas. ( Corinthians, São Paulo, Santos e Red Bull Bragantino e a insatisfação ficou clara nesta sexta-feira com o posicionamento de Vanderlei Luxemburgo que se recupera de problemas de saúde,

“Não queremos vantagem. Queremos a possibilidade de ter 30 dias para ter uma base física. Já no início da pandemia, minha preocupação é com o ser humana. O futebol não tinha de voltar [antes do tempo], era questão de vida. Não tinha de voltar antes do prazo. Minha preocupação é de os atletas terem uma lesão grave”, disse Luxemburgo.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Técnico se preocupa com lesões dos jogadores no retorno do futebol em agosto – JOOB Noticias de Futebol 2020

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*