Neymar perde ação contra o Barcelona e precisará pagar R$ 40 milhões

o conflito começou em 2016, quando o jogador renovou seu vínculo com o Barça

Foto: AFP

A relação de Neymar com o Barcelona é de extremos. Numa ponta, o atacante é cobiçado pelo clube espanhol, na outra travam batalhas na justiça ainda em decorrência da passagem do jogador pelo clube no passado recente. A última informação do imbróglio vem do site UOL Esportes, onde pode ser lido que o Barcelona recebeu uma decisão judicial favorável na disputa com o jogador que cobrava um “bônus de assinatura” de sua última renovação com os catalães. O jogador cobrava R$ 261,6 milhões, mas a decisão é que ele deve pagar R$ 40 milhões.

 

Ainda na reportagem, o conflito começou em 2016, quando o camisa 10 do PSG renovou seu vínculo com o Barça até 2021. As partes acordaram que o craque receberia um prêmio pela assinatura do contrato, mas o clube alega que não deveria pagar o valor integral devido a saída do atacante em 2017 para o clube francês. O jogador deve recorrer da decisão, por outro lado, o Barcelona já declarou que, caso necessário, continuará defendendo os seus interesses.

No futebol europeu, Neymar viveu o seu melhor momento na carreira com a camisa do Barcelona, em 2015. Naquele ano, o brasileiro fez o gol que selou a vitória por 3 a 1 sobre a Juventus, na final da Liga dos Campeões, e consolidou a histórica temporada da tríplice coroa da equipe, que venceu também o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei.

Desde sua saída, o atleta tenta retornar ao Barça, e as negociações com o Paris Saint-Germain para que isso aconteça devem ser retomadas em breve. Por enquanto, as conversas estão suspensas por conta da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. A pessoas próximas, Neymar diz ter pouca confiança de um possível retorno nos próximos meses, mas sabe que novas tentativas serão realizadas.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*