Heptacampeão baiano pelo Bahia, Sapatão testa positivo para Covid-19

ídolo do Bahia está internado desde o dia 17 de maio, após crise de convulsão.

Internado desde o dia 17 de maio, após ter uma crise de convulsão, o ex-jogador e ex-treinador Élcio Nogueira, mais conhecido como Sapatão, testou positivo para o coronavírus (covid-19). De acordo com informação do Bahia Notícias, o resultado saiu na segunda-feira (1), mas a pedido da família só foi divulgado nesta terça-feira (2) para a imprensa através de comunicado enviado pelo Hospital da Bahia. Heptacampeão baiano pelo Esporte Clube Bahia, Sapatão marcou época no Esquadrão nos anos 70.

 

No último dia 26, a crise de convulsão se agravou e Sapatão chegou a sofrer uma parada cardíaca precisando ser entubado. Desde então, ele foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Bahia, mas segue apresentando melhoras nos últimos dias. De acordo com as informações da unidade hospitalar, os médicos que acompanham o ex-Tricolor iniciaram o processo para retirar o suporte ventilatório.

O zagueiro Sapatão marcou seu nome na história do Esporte Clube Bahia na década de 70. Ele fez parte dos times do Tricolor que conquistaram o heptacampeonato baiano entre 1973 e 1979. A campanha do heptacampeonato (de 1973 a 1979) teve 228 partidas, com 142 triunfos, 75 empates e apenas 11 derrotas. Sim, em sete temporadas o Bahia perdeu somente 11 jogos. Foram 419 gols marcados e 102 sofridos. Além do Esquadrão de Aço, jogou também no Santa Cruz.

Após pendurar as chuteiras, ele se tornou técnico e também fez história na função ao dirigir equipes do interior. Ele foi campeão baiano da Série B comandando o Ypiranga em 1990, o São Francisco do Conde em 1996, o Camaçari em 1997 e o Camaçariense 2003. À frente do Juazeiro, foi vice-campeão estadual em 2001. Sapatão está aposentado como treinador desde 2012. Seu último clube foi o Camaçari.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*