Empresário revela interesse de Bahia e Fluminense em atacante colombiano

Carlos Peralta, do La Equidad, é alvo de clubes brasileiros e de fora

CARLOS PERALTA

Apesar do presidente Guilherme Bellintani garantir que contratação está fora de cogitação neste momento em virtude da crise causada pela pandemia do coronavírus, as especulações seguem acontecendo. Dessa vez, o nome especulado como possível alvo do Esporte Clube Bahia é o centroavante Carlos Peralta, que pertence ao La Equidad, da Colômbia. O empresário brasileiro do atacante, Fernando Fernandes, revelou em contato “Lance!” que tem uma proposta do Al Ittihad pelo jogador, e também o interesse do Bahia e do Fluminense. Segundo o agente, já existem conversas avançadas com algumas agremiações e o atleta tem muito interesse em jogar no futebol brasileiro.

 

“Temos uma proposta do Al Ittihad, e também o interesse do Bahia e do Fluminense. Estamos conversando. Já tem algumas conversas adiantadas, tanto desses clubes brasileiros quanto do exterior. Ele gosta do futebol brasileiro e tem muito interesse em jogar por aqui. Tem grandes chances de isso acontecer”, disse o empresário brasileiro de Peralta, Fernando Fernandes, ao Lance!.

Natural de San Antero, na Colômbia, Carlos Andrés Peralta Barrios tem 30 anos e só atuou profissionalmente pelo La Equidad. De 2016 até aqui, foram 112 jogos disputados e 47 gols marcados, de acordo com dados do site Ogol.

O presidente Guilherme Bellintani já afirmou diversas vezes que seria uma irresponsabilidade pensar em reforços nesse momento, inclusive, por conta da queda de receitas, o clube não deve renovar o contrato do atacante Arthur Caíke, que vence no dia 30 de junho. Recentemente, o empresário do atacante afirmou que o Al-Shabab, da Arábia Saudita, vem dificultando as negociações.

“O presidente Guilherme Bellintani e o diretor de futebol, Diego Cerri, seguem tentando fazer de tudo pela permanência do atleta, mas por conta da pandemia eles não podem comprometer orçamento do EC Bahia e o clube árabe não está facilitando muito a negociação, com isso grande chance e não ter acordo” disse o empresário Edson Neto.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*