Com Fernando Miguel, Ramon Menezes esboça time do Vasco para retorno

Vasco enfrenta o Macaé, no Estádio de São Januário

Ídolo do Esporte Clube Vitória, o ex-jogador Ramon Menezes vai iniciar sua trajetória como treinador do Vasco da Gama no próximo domingo, às 16h, contra o Macaé, no Estádio de São Januário. Para sua estreia, o técnico começou a esboçar o time que pretende manda a campo. Na defesa, Ricardo Graça será o novo companheiro de posição do capitão Leandro Castan. Por já ter sofrido lesão na panturrilha, Werley, titular absoluto ao lado de Castan antes da parada, não foi a campo desde que o Vasco voltou a treinar em São Januário. Vice-artilheiro do time em 2020, o defensor tem feito trabalhos de reforço muscular na academia do clube.

 

Na segunda, Ramon manteve uma base fixa no time testado. Nomes como Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castan, Ricardo Graça, Henrique e Cano sempre estiveram na equipe. Bruno Cesar, reintegrado ao elenco principal, e Talles, recuperado de lesão no pé esquerdo, apareceram no time. O substituto de Marrony, recentemente negociado com o Atlético-MG, ainda não foi definido. Duas alternativas são Benítez e Vinicius. No meio-campo, pode pintar outra novidade. Com contrato renovado em fevereiro e ainda sem jogar em 2020, Fellipe Bastos também foi observado, já que Raul não participou da atividade. Guarín ainda não voltou da Colômbia.

Uma escalação especulada para o retorno do Vasco, caso seja confirmado para domingo, é: Fernando Miguel; Pikachu, Castan, Ricardo, Henrique; Andrey, Fellipe Bastos (Raul) e Bruno César; Benítez (Vinicius), Talles e Cano.

Natural de Belo Horizonte (MG), Ramón Menezes Hubner foi revelado pelo Cruzeiro e teve uma rápida passagem pelo Bahia em 92 e 93. No ano seguinte foi parar no Vitória, onde teve grande destaque e acabou sendo negociado com o Bayer Leverkusen em 1995. Rodou por outros clubes e retornou ao Vitória em 2008 ficando até 2020, sendo tricampeão baiano e ajudando a equipe a chegar na final da Copa do Brasil pela primeira vez na história. Pelo desempenho com a camisa rubro-negra, ganhou o apelido de “Reizinho da Toca”. Nas duas passagem, conquistou quatro títulos baianos (1995, 2008, 2009 e 2010). Ao todo, foram 195 jogos pelo Rubro-Negro e 52 gols marcados.

Além do Leão, teve grande destaque também no Vasco da Gama, onde atualmente é treinador. Defendeu ainda Atlético-MG, Fluminense, Tokyo Verdy do Japão, Botafogo, Al-Garrafa do Catar, Atlético-PR, Joinville, Caxias e se aposentou em 2013 na Cabofriense. Ele teve uma discreta passagem na Seleção Brasileira em 2001, marcando apenas um gol nas seis partidas que defendeu a camisa verde e amarela.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Vasco pode ser eliminado no Carioca na estreia de Ramon Menezes

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*