Anderson elogia torcida do Bahia e fala sobre disputa com Douglas

"torcida do Bahia não é o 12º jogador. É o 10 e a faixa"

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Titular da equipe de Roger Machado em 7 dos 10 jogos do Esporte Clube Bahia antes da paralisação por conta da pandemia do coronavírus, o goleiro Douglas foi convocado para a última entrevista da semana e respondeu às perguntas enviadas da imprensa na manhã desta sexta-feira (19), no CT Evaristo de Macedo. O goleiro afirmou que a briga com Douglas pela titularidade é sadia e foca totalmente nos treinos para deixar o treinador tricolor com uma boa dúvida.

 

“Douglas é meu vizinho de condomínio. Nossa briga é sadia. Acabou, a gente dá risada. Ele vai fazer três anos de Bahia, eu vou fazer seis. Não é à toa. Treinar e se dedicar para deixar o Roger sem dormir. Roger é bem remunerado, deixa ele sem dormir uns dias”, disse.

Sobre o retorno dos jogos, o goleiro falou sobre a falta que a Nação Tricolor vai fazer no estádio. “Ruim para gente é sem a torcida do Bahia. Como falo para quem chega, torcida do Bahia não é o 12º jogador. É o 10 e a faixa. A gente tem mantra de ganhar jogos no final com a torcida. Isso faz falta, mas tem que prezar primeiro pela saúde. Trabalhar e ver o que esses caras vão fazer com a volta do campeonato”, comentou.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário