Sub-23: Confira quem o Bahia deve promover para o elenco principal

Nove atletas estão praticamente garantidos no time principal

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Com o fim do time de transição que era comandado por Dado Cavalcanti (hoje treinador da Ferroviária-SP) e antes da paralisação por conta da pandemia liderava o Campeonato Baiano, o Esporte Clube Bahia foi obrigado a encerrar o projeto do sub-23 e, desta forma, dispensar alguns dos 27 atletas que compõem o grupo. Já deixaram o clube: O goleiro Fernando Castro, o lateral-direito Lucas Rodrigues, os volantes Paulinho e Luciano Buiu, o meia Vinícius Garcia, os atacantes Gabriel Esteves, Cristiano e Régis Tosatti. O goleiro Matheus Teixeira, o lateral Matheus Bahia, o zagueiro Jaques, que sequer chegaram a entrar em campo, não possuem mais idade de base e ainda terão a situação definida nos próximos dias, mesmo caso do zagueiro Anderson que atuou seis jogos no Estadual e chegou até a marcar gol em Ba-Vi.

 

O Esporte Clube Bahia ainda não divulgou quais jogadores serão aproveitados na sequência da temporada, porém, o diretor de futebol Diego Cerri frisou que a ideia é aproveitar no time principal alguns dos destaques da equipe de aspirantes. “Fomos obrigados a dar um passo atrás e agora vamos criar toda uma lógica de integração de atletas que estavam se destacando nesse projeto para passarem para o time A junto com o Roger Machado (técnico). Alguns atletas nós vamos emprestar para ganhar maturidade, outros que estão com contrato no fim vão deixar o clube”, disse.

Com a saída de Fernando, o goleiro Matheus Claus (que chegou emprestado pelo Pelotas-RS até o final do Baianão) pode permanecer e se juntar a Anderson e Douglas Friedrich. Titulares da equipe de Dado Cavalcanti e mais frequentes em campo nas primeiras rodadas, o zagueiro Ignácio, os laterais Lepo e Mayk, os volantes Edson e Ramon, o meia Arthur Rezende e os atacantes Gustavo e Saldanha devem ser promovidos ao elenco principal. Outros atletas correm por fora: o zagueiro Fábio Alemão, o volante Yuri, o meia Caio Mello e os atacantes Alesson, Fessin e Caíque. Todos têm contrato com o Esquadrão, mas não tiveram tanto destaque no time de aspirantes.

O Campeonato Baiano paralisou restando duas rodadas para o término da primeira fase. Oito times disputam quatro vagas para a semifinal do Campeonato Baiano, sendo que o Bahia lidera com 15 pontos, seguido por Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória, formando o G-4. Atlético de Alagoinhas, Juazeirense, Fluminense de Feira e Vitória da Conquista tentam beliscar uma vaga. Doce Mel e Jacobina disputam para ver quem se salva do rebaixamento.

Vale lembrar que o futebol já está suspenso há mais de um mês e com o calendário curto, o Baianão – assim como outros estaduais – está ameaçado de não ser retomado, ainda que a FBF garanta que será concluído. Além disso, existe a incerteza sobre a realização do Brasileiro de Aspirantes, portanto, não adiantaria manter a equipe sub-23 diante de tantas incertezas.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*