Presidente do Bahia volta a descartar contratação: ‘Agora seria irresponsável’

Mendoza vinha sendo monitorado pelo Bahia desde o ano passado

O presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, voltou a descartar contratação nesse período complicado de crise por conta da pandemia do coronavírus. Perguntado por um torcedor nas redes sociais se o colombiano Stiven Mendoza ainda é uma realidade para voltar ao Esquadrão, especialmente após o seu clube, Amiens, ser rebaixado para segunda divisão do Campeonato Francês, o mandatário tricolor foi enfático ao afirmar que “seria se o momento fosse outro” e frisou que seria irresponsabilidade investir em atletas agora. “Seria se o momento fosse outro. Mas agora não dá. Investir em atletas agora seria irresponsável”, respondeu o torcedor no Twitter.

 

Recentemente, o dirigente já havia afirmando que está fechado para novas contratações e a prioridade no momento é pagar os salários do elenco. “Estamos fechados para novas contratações. Nossa prioridade é pagar quem está aqui. Seria irresponsável se num momento como esse eu fosse contratar.”

Natural de Palmira, cidade colombiana, John Stiven Mendoza Valencia surgiu no Deportivo Cali, mas se profissionalizou no Envigado-COL. Passou ainda no seu país por América de Cali e Cúcuta Deportivo. Deixou a Colômbia em 2015 para defender o Chennaiyin FC da Índia, mas não ficou muito tempo e na mesma temporada acertou com o Corinthians, onde na primeira passagem atuou 25 jogos e marcou 3 gols. Entre idas e vindas, foi emprestado a Chennaiyin FC e New York City FC, até chegar ao Bahia, onde atuou na temporada 2017, entrando em campo 31 vezes e anotando 8 gols. Com o destaque, Mendoza foi vendido ao Amiens, da França, no início de 2018.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*