Presidente do Bahia de Feira dá a receita para conseguir superar a crise

"Todo início de ano eu faço um planejamento financeiro", disse

Foto: Divulgação / Bahia de Feira

Diferente de outras equipes do interior do estado que vêm sofrendo bastante os impactos financeiros diante da crise causada pela pandemia e lutando com unhas e dentes para tentar sobreviver, inclusive, precisando dispensar jogadores e funcionários para contornar a situação, o Bahia de Feira manteve praticamente todo o elenco e ainda está no mercado em busca de reforços visando a disputa da Série D. Recentemente o Tremendão anunciou o atacante Kel Baiano, que acabou deixando o Fluminense de Feira após a paralisação do Campeonato Baiano, e deve contratar mais dois volantes e um lateral-direito. Em entrevista ao Portal A TARDE, o presidente Jodilton Souza deu a receita para superar a crise e afirmou que toda equipe organizada e com planejamento financeiro vai suportar esse momento.

 

“É uma situação muito delicada, mas eu acredito que o futebol como um todo… Aquelas equipes que andam bem organizadas, bem preparadas e com um projeto estruturado, consegue suportar esse momento. Todos os atletas do Bahia de Feira tem contrato até o final de 2021, então não temos dificuldades”, garantiu Jodilton.

Questionado sobre como o clube tem feito para manter essa situação favorável, enquanto muitas equipes tem sofrido com a falta de apoio, o presidente do Tremendão detalhou parte do planejamento financeiro adotado por ele e seu filho, Tiago Souza, presidente do Conselho Deliberativo da equipe, no enfrentamento do problema.

“Todo início de ano eu faço um planejamento financeiro e faço um aporte das empresas que nós temos. A gente aporta um valor e o resto é complementando com patrocínios, e esse ano teve a cota da Copa do Brasil. Então nosso orçamento é muito organizado e ajustado, não tivemos problemas. Esse ano ainda tivemos uma vantagem de receber a cota da CBF de R$ 120 mil que ajudou a completar o caixa”, explicou o presidente do Bahia de Feira.

O Bahia de Feira figura no Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro, ao lado do conterrâneo Atlético de Alagoinhas, Caldense-MG, Gama, Palmas, Tupynambas-MG, Vila Nova-MG. O último integrante da chave será o vencedor do confronto da preliminar entre Tocantinópolis-TO e Brasiliense. A fase inicial da competição estava prevista para começar no dia 2 deste mês, mas com a pandemia, a CBF suspendeu todos os seus campeonatos por tempo indeterminado. Outro clube baiano na competição é o Vitória da Conquista.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*