Dana White diz que UFC 249 vai inspirar Trump sobre como reabrir os EUA

Na luta principal, Tony Ferguson e Justin Gaethje disputarão o interino nos leves

Após a paralisação forçada por conta da pandemia do coronavírus, o Ultimate Fighting Championship retorna neste sábado com o UFC 249, em Jacksonville, nos EUA. O presidente da organização de MMA, Dana White, afirmou hoje em entrevista para o TMZ que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usará o UFC 249 para servir de inspiração no processo de reabertura do país após a pandemia do coronavírus.

 

“Toda a sua filosofia era voltar com os esportes primeiro, descobrir como fazer isso com segurança. E, a partir daí, começar a descobrir: como levar as pessoas de volta ao escritório? E então, como você leva as crianças para a escola? Então, isso é algo em que estamos trabalhando e sim, ele estará assistindo com certeza o que faremos no fim de semana”, disse.

Na luta principal, Tony Ferguson e Justin Gaethje disputarão o interino nos leves. Dominick Cruz desafia o campeão Henry Cejudo nos galos. A pandemia impediu que o brasileiro José Aldo fosse o desafiante. O visto do tipo P1, exigido para as lutas nos Estados Unidos, precisa da liberação especial das embaixadas e esse setor específico está atualmente fechado. Para o Brasil, vale o retorno do ex-campeão dos pesados, Fabricio Werdum diante do russo Alexey Oleynik. E Ronaldo Jacaré contra Uriah Hall. O Combate transmite ao vivo, a partir das 19h15 (de Brasília), com o “Aquecimento Combate”.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*