Com medo, ex-Vitória não apoia retorno do futebol na Espanha

Gabriel Paulista defende atualmente o Valencia da Espanha

Foto: Getty Images

Apesar da Espanha ser o segundo país do mundo em número de casos confirmados da covid-19 com mais de 221 mil registros e o quarto em mortes, contabilizando mais de 26 mil óbitos, os clubes de futebol do país estão retomando as atividades. Barcelona e Real Madrid testaram todos os jogadores para o novo coronavírus, de forma que possam retornar a suas atividades nos próximos dias. Outro clube que se prepara para retornar aos treinos é o Valencia, onde atua o zagueiro Gabriel Paulista, de 29 anos, revelado nas divisões de base do Vitória e com passagens também por Villarrel e Arsenal. O defensor diz ser contra o retorno e admite estar bastante preocupado com a família.

 

“Lógico que tenho medo. Tenho minha família. Vou sair para trabalhar, jogar, e se eu pego esse vírus, volto e contamino a minha família, a minha esposa, o meu filho? Nunca mais vou viver. A gente pode perder dinheiro, o que for, mas doente não tem como recuperar. Acho que se deveria pensar um pouco nisso”, disse.

Gabriel Paulista realizou teste para a Covid-19 na última quarta-feira, seguindo o protocolo da La Liga, que promove o Campeonato Espanhol. No dia seguinte, ele passou por exames médicos na Ciudad Deportiva de Paterna, o Centro de Treinamento do Valencia. Caso tudo ocorra normalmente, a volta aos treinos já deverá ser neste final de semana, mas de maneira isolada. O Campeonato Espanhol foi paralisado na 28ª rodada. O Valencia ocupa a sétima colocação com 42 pontos, um a menos do que a Real Sociedad, que é o sexto abrindo a zona de classificação à Liga Europa, e quatro pontos a menos do Getafe, que é o quarto e ficaria com a última vaga para a Champions League.

“Fui contra o meu clube – porque lógico que o Valencia quer voltar a jogar, depende disso. Se o campeonato acaba agora, o Valencia está fora de tudo, da Champions, da Liga Europa. Estou contra todo mundo. Mas é a minha opinião”, disse.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*