Eric Ramires fala sobre rotina na Suíça em meio ao confinamento

Meia está emprestado pelo Bahia ao Basel e tem futuro incerto

Foto: Divulgação / FC Basel

O futebol segue parado por conta da pandemia do coronavírus e na Suíça, onde atua o meia Eric Ramires, não é diferente. Cumprindo a quarentena à risca, o jogador de 19 anos encontrou uma nova distração para lidar com o confinamento: se arriscar na cozinha, já que a cozinheira não vai todos os dias. Com contrato encerrando com o Basel no dia 30 de junho, Ramires segue com futuro incerto. Emprestado com obrigação de compra (de 100% dos direitos econômicos por R$ 30 milhões) em caso de cumprimento de metas específicas, o atleta não vai atingir as metas estabelecidas, já que seria necessário atuar em 23 jogos. No entanto, o Esquadrão ainda aguarda uma decisão do clube suíço e está aberto a negociar caso haja interesse da permanência. Porém, se não houver acordo, Ramires volta e pode ser aproveitado por Roger Machado.

 

“Moro sozinho, então tenho que me virar. Aqui eu conheci uma cozinheira brasileira que me dá a maior força, mas não é todo dia, então acabo indo para cozinha também. Procuro receita que seja mais fácil, olho no YouTube para conseguir me virar. As vezes não sai como eu quero, mas dá para o gasto. A especialidade da casa até agora é lasanha. Eu tento fazer o que é menos complicado. Quando precisa de tempero, por exemplo, fica mais difícil”, disse o atleta que nos finais de semana muda de endereço e ganha a companhia de Arthur Cabral, brasileiro que também defende o Basel. “Ele mora aqui pertinho e isso é muito bom para gente. Somos parceiros aqui”, explicou.

Revelado nas divisões de base do Esporte Clube Bahia, Ramires despontou na temporada 2018, após chamar a atenção no time de aspirantes e ser promovido ao time principal. Disputou 17 jogos e marcou dois gols na primeira temporada, atraindo olhares de clubes da Europa, exemplo do Arsenal que mandou representante ao Brasil para acompanhar o jogador na Arena Fonte Nova. Outros clubes europeus também demonstraram interesse, além de Palmeiras, Flamengo, Santos e Corinthians. No início de 2019, foi chamado pela Seleção Brasileira Sub-20 para disputar o Sul-Americano da categoria, no entanto, ao retornar, não repetiu as atuações de 2018 e perdeu espaço. Foram 33 partidas e dois gols anotados na segunda temporada.

Em novembro do ano passado, Ramires deixou a Suíça com destino a Salvador para realizar tratamento médico no centro de treinamento do Fazendão. O jogador sofreu lesão no músculo anterior da coxa em sua partida de estreia pelo Basel, contra o Zurique, no fim de setembro. Recuperado, o atleta retornou para Suíça e chegou a atuar no mês passado.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*