Vitória x Bahia: Tabu e liderança em jogo no Ba-Vi dos Aspirantes

Vitória busca manter a invencibilidade contra o rival

Invictos, Vitória e Bahia dividem a liderança do Campeonato Baiano ambos com 11 pontos, sendo que o time de Dado Cavalcanti leva vantagem sobre a equipe de Agnaldo Liz quando aplicado o critério de desempate do saldo de gols. Neste domingo, às 16 horas, os rivais se reencontram, e o Tricolor vai tentar quebrar o TABU de nunca ter vencido o maior rival em clássicos com equipes sub-23, sendo que as partidas anteriores foram válidas pelo Brasileiro de Aspirantes e Copa Baiana, ou seja, será a primeira vez que os times de aspirantes duelam pelo Baianão. Vale lembrar que por recomendação do MP-BA, o duelo é de torcida única, e teremos apenas rubro-negros no Estádio Manoel Barradas, assim como aconteceu no primeiro BA-VI do ano, envolvendo os times principais, pela Copa do Nordeste, que terminou com vitória do Leão por 2 a 0 na Fonte Nova.

 

Desde o surgimento das equipes de aspirantes, Bahia e Vitória se enfrentaram três vezes: duas pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes e uma pela Copa Baiana de Aspirantes. O Vitória venceu duas, enquanto o outro terminou empatado, justamente o último, no dia 14 de outubro, ficando no 1 a 1, no Estádio Metropolitano de Pituaçu, pela primeira fase da Copa Baiana.  Thiaguinho abriu o placar para o Rubro-Negro e Jonatas igualou para o Esquadrão. Do time que iniciou aquela partida pelo Bahia, que já era comandado por Dado Cavalcanti, apenas o goleiro Fernando Castro segue como titular. No Vitória, que mudou de técnico (João Burse saiu e chegou Agnaldo Liz), Welisson é o único titular de 2019 que segue em 2020. O Leão foi eliminado nas semifinais pelo Fluminense de Feira que se tornou campeão ao bater o Bahia de Feira na decisão, enquanto o Tricolor parou na primeira fase.

Os outros dois encontros foram pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Em 2019, o Leão comandado por João Burse venceu o Tricolor de Dado Cavalcanti por 3 a 1. Eron, titular em 2020 e artilheiro da equipe no Campeonato Baiano, marcou duas vezes, enquanto Luan Gabriel fez outro. Cristiano descontou para o Bahia. Os dois clubes tiveram boas campanhas na competição, mas caíram nas semifinais para Grêmio e Internacional.

A primeira vez que Bahia e Vitória se enfrentaram com os times de aspirantes foi no Campeonato Brasileiro de Aspirantes de 2018, na primeira fase da competição. No Barradão, o Rubro-Negro venceu a partida com gols de Arroyo e Jhemerson. Pelezinho fez o gol do Bahia. Naquela ocasião, o Vitória tinha no seu time sub-23 o zagueiro Lucas Ribeiro, que mais tarde foi promovido pelo técnico Paulo César Carpegiani para o time principal, se destacando e sendo vendido ao Hoffenheim, da Alemanha. Já o Bahia tinha o meia Eric Ramires, que era reserva e entrou no decorrer da partida, mas passou a ganhar mais oportunidades até subir ao grupo profissional. O meia acabou se tornando o camisa 10 do time e foi vendido, no início de 2019, para o Basel da Suíça.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*