Vice-presidente da FBF comenta decisão de clubes em desfazer elenco

"Vejo isso como uma iniciativa normal de cada time", disse

A Federação Bahiana de Futebol ainda não definiu o futuro do Campeonato Baiano, que está suspenso por tempo indeterminado em razão da pandemia do Coronavírus que paralisou quase que a totalidade das competições do futebol brasileiro, com exceção de alguns poucos Estaduais que seguem com portões fechados. Em relação do Baianão, o vice-presidente Manfredo Lessa admite que é “pouco provável” que consiga ser concluído, não somente pelo calendário, mas pelos clubes que decidiram pela dispensa do elenco, casos de Juazeirense, Vitória da Conquista e o Esporte Clube Vitória. Manfredo Lessa, vice-presidente da FBF, vê a decisão das agremiações como normal para reduzir as despesas, porém, ressaltou que ainda não está confirmado o cancelamento do Estadual de 2020.

 

“Por enquanto não temos como definir nada, porque não temos uma previsão de quando essa situação vai voltar ao normal. Alguns times estão se desfazendo dos seus elencos por conta de economizar despesa, como diversas empresas estão mandando seus funcionários para casa ou negociando redução de carga horária, redução de salário e etc. Vejo isso como uma iniciativa normal de cada time dentro do seu modelo de gestão. Agora, nesse momento, a gente está trabalhando apenas no campo da especulação, porque a situação é muito indefinida”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias.

Ainda restam duas rodadas para o término da primeira fase. Oito times disputam quatro vagas para a semifinal do Campeonato Baiano, sendo que o Bahia lidera com 15 pontos, seguido por Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória, formando o G-4. Atlético de Alagoinhas, Juazeirense, Fluminense de Feira e Vitória da Conquista tentam beliscar uma vaga. Doce Mel e Jacobina disputam para ver quem se salva do rebaixamento.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*