Pense num absurdo, na Bahia tem precedente. Imagine um abismo, no Vitória é procedente!

Vitória atuou três vezes no mesmo dia: Sub-23, feminino e principal

Foto: Letícia Martins / ECVitória

Certamente, quando o Socialista Octávio Mangabeira exercia o seu mandato de governador da Bahia, esse modesto escriba nem sonhava em vir ao mundo, mas, tem conhecimento do grande homem público que foi, inclusive, no setor esportivo, ao concluir e inaugurar o estádio da Fonte Nova, que por muito tempo exibiu seu nome. Como era conhecido como o “Filósofo da Baianidade”, foi inserido no contexto dos anais da história política da Bahia, quando foram registradas várias frases de efeito proferidas pelo então governador, dentre elas, a mais interessante que se tornou imortal, tanto que sempre é lembrada por políticos, intelectuais, desportistas e sempre vem à tona, diante de algumas situações: “Pense num absurdo, na Bahia, tem precedente!”.

 

E foi baseado nessa máxima, proferida pelo ilustre político, que comecei analisar a esdrúxula e inédita última rodada (antes da paralisação), em dose dupla envolvendo os times principal e sub-23 do Vitória quando os Leões enfrentaram, respectivamente, o “famoso” River do Piauí no estádio Barradão, às 15:30hs, pela Copa do Nordeste e às 16:00hs, encarando a Jacuipense, no estádio Vafredão em Riachão de Jacuípe, em jogo válido pelo Campeonato Baiano. Mas, se alguém preferir considerar como uma tríplice rodada, não tiro da razão, haja vista que, além dos jogos supracitados envolvendo os marmanjos, ainda teve na grade de programação da rodada, o futebol feminino, com as Leoas entrando em campo às 15:00hs para enfrentar o Grêmio numa cidade do interior gaúcho, jogo que foi transmitido pela TV virtual da CBF. Então, dia 15 de março de 2020 foi uma data propícia para o Esporte Clube Vitória entrar no Guiness World Recordes 2020.

Lembro-me, muito bem, que em 2016, ano em que a Juazeirense disputou a Copa do Nordeste, o Bahia fez dois jogos na mesma noite, só que, o time principal jogou na Arena Fonte Nova às 19:30hs pelo Campeonato Bahiano, utilizando o time principal, goleando o Galícia por 4×0 enquanto o segundo jogo, válido pela Copa do Nordeste, foi iniciado às 21:45hs. no estádio de Petrolina, diante da Juazeirense, jogando com um time alternativo e vencendo o Cancão de Fogo por 2×1. Recentemente, na semana passada, o Esquadrão de Aço atuou em rodada dupla na Fonte Nova, com o jogo preliminar valendo pela Copa do Nordeste, vencendo o Confiança por 1×0 e no jogo principal, experimentou o fel do Doce Mel, amargando um empate de 0x0, em jogo válido pelo Campeonato Baiano.

Agora, essa do Vitória de ter três jogos simultâneos na mesma tarde em três estádios diferentes, é mais do que dose para Leão. É dose para elefante, além de outros fatores que estiveram envolvidos na vasta rodada. Além do jogo do time feminino que teve transmissão direta no site da CBF, os jogos realizados no Barradão e em Riachão do Jacuípe, tiveram transmissão direta, respectivamente, pela TV Aratu e Rede Bahia, o que já era previsto uma acirrada briga por audiência travada por ambas as emissoras. A emissoras de rádio realizaram transmissões alternadas, dedicando determinados minutos a cada jogo.

Mas, será que os transtornos, se encerraram por aí? Nada disso! Enquanto grande parte dos jogos programados para o final de semana citado foram realizados com portões fechados em função do pandemônio da pandemia do Covid-19 que vem assolando esse mundo de meu Deus, na contramão da situação estão a Jacuipense e o Vitória que mantiveram seus respectivos jogos com a presença de torcedores, diante de um perigo já eminente de contaminação do coronavírus que vem assolando o mundo e paralisou todas as competições do futebol brasileiro por tempo indeterminado além de ter obrigado aos clubes a suspenderem suas atividades como medida de evitar contágio do vírus.

Por tudo isso que citei e pelo que não citei, resolvi parodiar a célebre frase de autoria do ex-governador Octávio Mangabeira, fazendo uma alusão ao Leão da Barra: “Imagine um abismo. No Vitória é procedente!”. Aproveito para pedir a todos que fiquem em casa e sigam as recomendações de higiene.

José Antônio Reis, colaborador do Futebol Bahiano.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*