Lateral mira vaga no time de Roger e pode atuar até em outra posição

Zeca disputa posição com Juninho Capixaba

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Contratado em janeiro por empréstimo junto ao Internacional em troca por Moisés, o lateral-esquerdo Zeca esteve em campo em duas partidas na temporada, ambas pela Copa do Nordeste, contra CSA e América-RN, porém, sempre saindo do banco de reservas já que o titular da posição é Juninho Capixaba que, por sua vez, atuou em todos os jogos antes da paralisação pela pandemia do coronavírus e vem sendo um dos destaques da equipe de Roger Machado. No entanto, Zeca segue trabalhando forte durante a quarentena para voltar bem e brigar por uma vaga no time, quem sabe, até atuando em outra posição, destacou ele. Na última partida, contra o América-RN, entrou no decorrer do jogo no lugar de Élber.

 

“Sigo trabalhando para voltar bem e conquistar minha vaga no time. O Roger sabe que pode contar comigo de várias formas. Procuro mostrar isso no treino com muita concentração e disposição”, afirmou Zeca.

Zeca lembrou do lance que gerou o primeiro gol da carreira dele, que se passou num jogo entre Santos e Ferroviária, quatro anos atrás. “Foi um dia inesquecível na minha carreira. Esse é um pontapé inicial para qualquer jogador. Lembro que levei a bola para a linha de fundo, deixei o marcador no chão, tirei de outro e fiz o gol. Foi um golaço”, fez questão de recordar.

Natural de Paranavaí (PR), José Carlos Cracco Neto, mais conhecido como Zeca, começou no América-SP e passou pelas divisões de base do Santos até ser promovido aos profissionais em 2014. Ficou no clube santista até 2017, quando foi negociado com o Internacional. Em duas temporadas pelo Colorado (2018 e 2019), atuou 56 jogos e não marcou gol.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*