Joia da Princesa é disponibilizado para atender pacientes com coronavírus

Feira segue trabalhando para evitar a disseminação do vírus

Foto: Lucas Aguiar

Em entrevista nesta segunda-feira (30), o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, confirmou que o Estádio Joia da Princesa, será utilizado como hospital de campanha temporário para atender pacientes com coronavírus. Além do estádio, a prefeitura também colocou o Ginásio Oyama Pinto à disposição do Exército Brasileiro, caso haja necessidade. A cidade de Feira de Santana, onde teve o primeiro caso do Covid-19 confirmado na Bahia, segue trabalhando para evitar a disseminação do vírus.

 

O Joia da Princesa, que é administrado pela prefeitura, tem capacidade para pouco mais de 16 mil torcedores e é usado em jogos do Fluminense de Feira. Engajado nessa luta, o Touro do Sertão ofereceu o seu centro de treinamento para o atendimento de pacientes caso o número de contaminados com apresentação de sintomas cresça na cidade. No estado, o Bahia disponibilizou o Fazendão que já começou a receber os primeiros pacientes.

“Estamos acompanhando de perto o avanço do coronavírus e tomando as medidas necessárias para combatê-lo. Disponibilizamos o estádio pois é um equipamento ideal para a implantação de um hospital de campanha, com espaço amplo para leitos. Se houver necessidade, o estádio será sem dúvidas muito útil”, afirmou Colbert.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*