Clubes sugerem retorno do mata-mata no Brasileirão, mas Globo descarta

Emissora carioca alega a questão financeira como justificativa

Com a incerteza de quando retornará o futebol em razão da pandemia do coronavírus que paralisou todas as competições no país por tempo indeterminado, os clubes seguem buscando soluções para ajustar o calendário da temporada 2020. Diante disso, foi feita uma consulta à TV Globo sobre a possibilidade de retornar o mata-mata no Campeonato Brasileiro. Porém, a emissora carioca descartou a sugestão citando a questão financeira como principal justificativa. Vale lembrar que a CBF já havia descartado mudar a fórmula do Brasileirão e também adequar o calendário brasileiro ao europeu. Com possível perda das cotas, em nova reunião, os 46 principais clubes do país pediram então a manutenção da fórmula das Séries A e B.

 

Segundo informação do portal “Uol Esportes”, a Globo acredita que a disputa do mata-mata derruba a arrecadação de pay-per-view e, consequentemente, o faturamento para os clubes em todos os sentidos, uma vez que reduz o número de jogos para a maioria das equipes que não avançarem de fase. A competição com este formato de turno e decisões com três confrontos em ida e volta, totalizariam 24 datas, diante de 38 do sistema atual. O pacote publicitário elaborado pela emissora para este ano previa o campeonato com 38 rodadas.

Apesar de não termos ideia de quando essa paralisação irá se encerrar e os campeonatos irão retornar, a CBF pretende retomar todos os estaduais e somente depois começar o Campeonato Brasileiro das Séries A à D. No entanto, haverá duas questões: as datas e a política. Pelas datas, se o calendário recomeçar em maio ou em junho ou julho ou até em setembro, o único caminho sóbrio a seguir é fazer o Brasileirão e anular os estaduais deste ano, destacou o jornalista Paulo Vinícius Coelho (PVC), em seu Blog, no site Globoesporte.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*