Roger celebra triunfo antes de decisão e comenta estreia de lateral

"Puderam ver hoje um entrosamento muito bom", disse

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Após dois resultados amargos na Copa do Nordeste, o Esporte Clube Bahia voltou a vencer nesta quarta-feira ao aplicar 2 a 0 no CSA, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Roger Machado aprovou a atuação da equipe e destacou a importância do triunfo para chegar ainda mais motivado e com tranquilidade para a decisão pela Copa Sul-Americana, quarta-feira que vem, contra o Nacional-PAR. Na ida, o Esquadrão venceu por 3 a 0 e tem boa vantagem.

 

“Embora a gente pudesse deixar se enganar pelo momento do adversário de instabilidade, o trabalho foi feito para que a gente não permitisse. Foi um triunfo importante que nos coloca hoje com oito pontos, mesma pontuação daqueles que estão na frente e nos dá uma tranquilidade para disputar a vaga na Sul-Americana fora de casa na semana que vem […] Por vezes eu entendo o questionamento do torcedor. Havíamos treinado na pré-temporada esse modelo. O mês de fevereiro é muito decisivo. Alterar significativamente uma forma de jogar, corre o risco de desestabilizar um sistema tático que vinha muito bem. Por isso a cautela”, afirmou.

Roger comemorou a chance de repetir o time pela terceira vez. “Fundamental. Dar entrosamento para as peças. Puderam ver hoje um entrosamento muito bom do lado esquerdo pela naturalidade. O que a gente precisa ajustar um pouco é o lado direito na questão das parcerias. Rossi e João precisam de uma mãozinha um pouco mais do Gilberto, que não precisa cair tanto do outro lado, mas cair no lado direito para que tenha três ou quatro. É preciso equilibrar um pouco. A importância de repetir é isso. Você vai ajustando. Só os jogos vão mostrar o que tem que ajustar”.

O treinador também falou sobre a estreia do lateral-esquerdo Zeca que entrou ainda no primeiro no lugar de Juninho Capixaba, que saiu lesionado: “Tem uma característica diferente do Capixaba. Por ser destro e jogar na lateral esquerda, tem jogo mais dosado e mais interno. As ultrapassagens dele precisam ajustar o tempo. Os jogadores precisam entender essa combinação, muitas vezes vai dar um corte. Acho que foi bem”.

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*