Rescisão com o Cruzeiro é publicada e Bahia já pode regularizar Rodriguinho

Estreia do camisa 10 pode acontecer contra o Nacional do Paraguai

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Contratado para ser o novo camisa 10 do Esporte Clube Bahia, o meia Rodriguinho teve sua rescisão com o Cruzeiro publicada no Boletim Informativo Diário da CBF (BID) nesta quarta-feira (19) e, desta forma, já pode ser regularizado pelo Esquadrão de Aço. O jogador, de 31 anos, foi anunciado e apresentado na última segunda-feira (17), quando iniciou os trabalhos junto com o elenco. A sua estreia pode acontecer no dia 26 de fevereiro, contra o Nacional, no Paraguai, pelo jogo de volta da Copa Sul-Americana. Na ida, o Tricolor venceu por 3 a 0 na Fonte Nova.

 

Rodrigo Eduardo Costa Marinho, nordestino nascido em Natal-RN, no dia 27 de março de 1988), tem 1.77 de altura. Revelado pelo ABC, onde conquistou os Estaduais de 2007 e 2008 e o acesso à Série B do Brasileiro, fechou com o Bragantino em 2010 e lá também se destacou. Comprado pelo América-MG em 2011, chamou a atenção de equipes nacionais e internacionais e terminou se transferindo para o Corinthians, em 2013.

Antes da grande fase no alvinegro, defendeu o Grêmio e o árabe Sharjah, por empréstimo, em 2014. De volta a São Paulo, ganhou seu primeiro Brasileirão e virou protagonista do time a partir de 2016. No ano seguinte, levantou os troféus do Paulista e do Campeonato Brasileiro. Em 2017, foi convocado duas vezes por Tite, com quem trabalhou, para a seleção brasileira. Em 2018, faturou mais um Estadual.

Contratado pelo Cruzeiro para suprir a saída do uruguaio Arrascaeta ao Flamengo, em janeiro de 2019, Rodriguinho marcou 8 gols nos primeiros 22 jogos da temporada. Pela Libertadores, foram 3 gols em 5 jogos. Sagrou-se campeão mineiro e depois se lesionou. Recuperado, disputou duas partidas em 2020.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*