Depois do Bahia, Fortaleza tenta avançar na Sul-Americana contra o duro Independiente

(Foto: EFE/Juan Ignacio Roncoroni)

Ontem foi a vez do Bahia com tranquilidade avançar na Copa Sul-Americana com duas vitórias expressivas contra o Nacional do Paraguai ao estilo lasquinê, ou seja lá e cá. 3 x 0 e 3 x 1. Hoje será a vez do outro Nordestino buscar o avanço na competição, no entanto, com um nível de dificuldade bem maior. O Fortaleza encara às 21h30 o tradicional Independente da Argentina colecionador de títulos sul-americanos em jogo que acontece na Arena Castelão. A partida é considerada o maior jogo da história do futebol cearense pelo Fortaleza. O clube precisará de uma vitória diante dos argentinos para se classificar para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

 

Em seu primeiro jogo oficial internacional na história e também do jogo de ida, o Fortaleza fez boa apresentação, porém, desperdiçou seguidas chances e acabou sendo derrotado em Avellaneda, na Argentina. O jogo é cercado de enorme expectativa e com previsão de 53 mil pessoas na Arena Castelão para empurrar o time argentino para o triunfo.

Já na quarta, dia do jogo, não houve venda de ingressos nas bilheterias do estádio, conforme recomendação da Conmebol. A capacidade atual do Castelão, depois da reposição de algumas cadeiras, é de 55.200 pagantes, ainda abaixo dos 63 mil que antes cabiam há alguns anos. Desde o jogo de ida, na Argentina, a mobilização da torcida tricolor para o confronto foi enorme. No embarque, o Aeroporto Pinto Martins foi lotado para acompanhar a viagem do time. Já em Buenos Aires, vários torcedores foram vistos nas ruas da cidade e em Avellaneda, local do jogo.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*