Sondado pelo Bahia, Rodriguinho não joga mais pelo Cruzeiro

Meia de 31 anos não aceitou a redução de salário do clube

Especulado como possível reforço do Esporte Clube Bahia, o meia Rodriguinho não joga mais pelo Cruzeiro. Clube e jogador vinham negociando, no entanto, o atleta não aceitou reduzir o salário e decidiu deixar o clube. Com isso, ele trata com o departamento jurídico para acertar a rescisão e está fora do jogo contra o Tupynambás, domingo, pelo Campeonato Mineiro. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol do Cruzeiro, Ocimar Bolicenho, em contato com ao site Globoesporte.

 

Em visita à Toca da Raposa, o presidente Guilherme Bellintani chegou a fazer uma sondagem pelo jogador de 31 anos. Ocimar Bolicenho, diretor do futebol do clube mineiro, confirmou a procura do Tricolor Baiano pelo atleta, porém, não houve proposta, apenas uma conversa. “Quando o Guilherme [Bellintani, presidente do Bahia] esteve aqui na semana passada, conversamos sobre vários jogadores e o Rodriguinho foi um deles. Mas não avançou em nada além disso”, disse, em contato ao Bahia Notícias.

Rodriguinho é mais um a não aceitar a readequação salarial do Cruzeiro e será mais um remanescente do rebaixamento à Série B do Brasileiro a deixar o clube. O clube ainda enfrenta casos na Justiça, como do goleiro Rafael, do zagueiro Fabrício Bruno, do volante Ederson, do meia Thiago Neves e do atacante David.

Natural de Natal, Rodrigo Eduardo Costa Marinho tem 31 anos e surgiu nas divisões de base do ABC, onde se profissionalizou. Acumula passagens ainda por Bragantino, América-MG, Grêmio, Al Sharjah dos Emirados Árabes Unidos, Pyramids FC do Egito, mas foi no Corinthians onde teve seu melhor momento na carreira. Após primeira passagem apagada pelo Timão em 2013, retornou em 2015 sendo peça importante na conquista dos títulos do Campeonato Brasileiro de 2015 e 2017. Ficou no Parque São Jorge até 2018, quando foi negociado com o clube do Egito, mas voltou ao futebol brasileiro em 2019 contratado pelo Cruzeiro.

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Cara falar q o Fernandão tá sendo sacrificado pelo esquema de Roger é brincadeira, ele só funciona em um time q só vive de bola cruzada pra área p cabeciar, pra reserva até vai mais o Artur kaike é muito melhor, quanto a Rodriguinho é um ótimo jogador, desagregador era o Thiago,Dedé, e outros la, ele n tava atuando por lesão.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*