Fluminense de Feira encaminha contratação do goleiro Bruno

Clube baiano depende agora da liberação da justiça

Foto: Divulgação

O Fluminense de Feira está por detalhes para anunciar a contratação do goleiro Bruno para a disputa do Campeonato Baiano. De acordo com o presidente do Touro do Serão, o deputado estadual Pastor Tom (PSL), o clube chegou a um acordo com o jogador de 35 anos e só aguarda o jurídico conseguir a liberação do arqueiro em menos de 30 dias. Vale lembrar que o jogador – condenado pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio, ocorrido em 2010 – cumpre pena na cidade mineira de Varginha, portanto, para defender o clube baiano, a Justiça teria que autorizar a transferência de presídio. Bruno chegou a ser alvo do Barcelona de Ilhéus, mas o clube voltou atrás após a repercussão negativa. O Operário-VG também vem negociando com o atleta.

 

“Falei com Bruno ontem de noite. Vou aguardar até amanhã o advogado para informar se essa transferência de lá para cá vai demorar ou não. Parece que o Fórum só abre amanhã. Daqui para amanhã a gente já decide. Já está tudo acertado. Se o jurídico falar que não consegue [a transferência] em 30 dias, eu estou fora. Tem que vir agora, inclusive com oito dias. Não posso demorar, porque a gente não tem calendário, só temos quatro meses de competição”, disse ao Bahia Notícias.

Bruno, de 35 anos, foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. O jogador também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas a pena foi extinta após a Justiça entender que o crime prescreveu sem ser julgado em segunda instância. As penas válidas somadas são de 20 anos e 9 meses. O atleta conseguiu progressão para o regime semiaberto e foi solto no dia 19 de julho de 2019. Bruno vive em Varginha, distante 320 km de Belo Horizonte. Porém, para atuar, é necessário autorização da justiça em função do regime semiaberto. Após deixar a detenção, ele já passou pelo clube Boa Esporte, no qual atuou em cinco partidas em 2017, e no Poços de Caldas, no ano passado, onde teve seu contrato rescindido depois de 45 minutos em campo por ordem judicial.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*