Campeonato Brasileiro: Flamengo aciona a TV GLOBO na justiça do Rio de Janeiro

A Globo confirma que foi notificada.

Milton Bivar, afirmou que a cota de televisão do Sport, durante a Série B do Campeonato Brasileiro deste ano, é de R$ 5,6 e o mais grave, o clube DEVE R$ 18 milhões à A TV GLOBO, emissora detentora dos direitos de transmissão, devido a antecipação de cotas da gestão de Arnaldo de Barros.

A relação do Clube de Regata do Flamengo é péssima. O clube carioca durante os anos ostentou a condição de preferido da TV carioca não chegaram a um acordo pelos direitos de transmissão do Campeonato Carioca e agora o Flamengo ampliou o imbróglio quando entrou com uma ação na 36ª Vara Cível do Rio de Janeiro onde questiona pontos do contrato celebrado com a Globo pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

De acordo com a TV BAND, argumentação apresentada pelo Flamengo em sua ação, a Globo previa a assinatura de contratos específicos para cada mídia negociada para o período de 2019 a 2024, mas destaca que isso nunca, de fato, aconteceu. A Globo confirma que foi notificada.

“O Flamengo ajuizou uma ação cível no Rio de Janeiro em que alega divergir da Globo quanto à interpretação de três pontos do contrato que mantém com a empresa sobre os direitos de transmissão das partidas de futebol do Campeonato Brasileiro”, afirma a emissora em nota oficial.

“Esses pontos dizem respeito à fórmula de cálculo da remuneração, à periodicidade dos pagamentos e ao ressarcimento de despesas com viagens. O clube teria pedido que a Justiça se manifeste sobre as divergências alegadas”, completa o texto.

Assim, o Flamengo questiona na Justiça os valores que estão sendo repassados ao clube pelo direitos de transmissão e também pela negociação para transmissão de seus jogos pelo sistema de pay-per-view.

A petição do Flamengo também reclama que os jogos do clube vêm tendo a sua transmissão concentrada no pay-per-view, com poucas exibições na TV aberta e na TV fechada, o que alega, nesse caso, ser uma ação orquestrada para prejudicar o concorrente Esporte Interativo.

“[A Globo] tem um contrato para o Brasileirão nos mesmos moldes do celebrado com os outros clubes e que vem sendo cumprido regularmente, com transparência. A Globo não se manifesta sobre questões sub judice, mas que considera que são normais eventuais divergências sobre interpretações contratuais. E que confia que vai chegar numa solução consensual com o Flamengo, com quem tem uma parceria de longo prazo e uma paixão em comum, o futebol brasileiro”, acrescenta a emissora.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*