Flamengo dá trabalho, mas Liverpool é campeão do Mundial de Clubes

Liverpool conquista o seu primeiro título do Mundial de Clubes

Em decisão marcada pelo equilíbrio e um futebol intenso do início ao fim, Liverpool de Klopp e Flamengo de Jorge Jesus ficaram no empate por 0 a 0 nos primeiros 98 minutos, prolongando a ansiedade e a emoção para a prorrogação com dois tempos de 15. Com o time rubro-negro dando sinais de cansaço, o time inglês campeão da Liga dos Campeões aproveitou para fazer o que não conseguiu no tempo regulamentar. Aos 8 minutos do primeiro tempo da prorrogação, Mané arrancou e serviu o brasileiro Roberto Firmino que foi frio para tirar a defesa da jogada e marcar o gol do triunfo por 1 a 0 no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar.

 

Esse é o primeiro título do Liverpool na Copa do Mundo de Clubes da FIFA. O time inglês já havia perdido a decisão em três oportunidades, todas para times sul-americanos. Em 1981 (por 3 x 0 para o Flamengo com gols de Nunes duas vezes e Adílio), 1984 (para o Independiente-ARG) e 2005 (1 x 0 para o São Paulo gol do volante Mineiro). Já o Flamengo de Jorge Jesus buscava o bicampeonato mundial para o clube, porém, termina o ano de forma positiva, com dois títulos expressivos (Brasileiro e Libertadores).

Os primeiros 15 minutos foram de domínio do Liverpool que criou três boas chances cara a cara com Diego Alves, sempre iniciadas pelo maestro Salah, no entanto, o Flamengo não somente equilibrou a partida, como passou a ter mais posse de bola e dominar criando oportunidades de gol, especialmente com o arisco Bruno Henrique pelo lado esquerdo do ataque, mas sem conseguir furar o bloqueio inglês.

Na etapa final, a cena se repetiu, o time inglês deu um sufoco nos primeiros minutos, inclusive carimbando a trave em ótima jogada de Roberto Firmino. Porém, o Rubro-Negro voltou a equilibrar e também assustou o goleiro Alisson, duas vezes com Gabigol. Diego Alves também apareceu nos minutos finais com grande defesa para evitar o gol do Liverpool. Aos 45, o árbitro marcou pênalti de Rafinha e Mané, mas após analisar as imagens do VAR, voltou atrás e anulou. Aos 8 minutos do primeiro tempo da prorrogação, Mané arrancou e serviu o brasileiro Roberto Firmino que foi frio para tirar a zaga da jogada e marcar o gol. Mesmo desgastado, o time rubro-negro lutou até os últimos minutos, mas não evitou a derrota e ficou com o vice-campeonato.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*