Emprestado ao Vitória, meia do Athletico-PR ficará livre em janeiro

Felipe Gedoz falou sobre a possibilidade de ficar no Vitória

Foto: Pietro Carpi / ECVitória

Após acertar a permanência do técnico Geninho, que era tratado como prioridade, o Esporte Clube Vitória deve fazer uma reformulação no elenco visando a temporada 2020. Alguns jogadores já se despediram do clube, caso do lateral-direito Matheus Rocha e do atacante Wesley, ambos retornando ao Palmeiras, além do volante Léo Gomes, que foi negociado com o Athletico-PR.  Outros atletas estão com a situação indefinida. É o caso do meia Felipe Gedoz, que pertence ao Furacão, porém, tem contrato somente até janeiro com o clube paranaense, que não deve ser renovado. O vínculo com o Leão encerra ao final deste ano e ele pode assinar um pré-contrato. O jogador admite que tem algumas possibilidades, mas ainda não sabe onde irá atuar em 2020. Esse ano, marcou 5 gols em 27 jogos pelo Leão.

 

“Não sei ainda [se vai renovar com o Vitória]. Meu contrato termina agora. Tem algumas possibilidades. Vamos aproveitar as férias. E ano que vem vamos ver o que vai acontecer”, disse Gedoz.

Natural de Muçum (RS), Felipe Gedoz da Conceição começou nas disivões de base do Guarani V. Aires e Atlético-RS antes de chegar ao Defensor Sporting do Uruguai onde se profissionalizou e chamou a atenção do Club Brugge da Bélgica. Foi comprado pelo Athletico-PR pelo 2017 como a 2º contratação mais cara do clube pagando quase R$ 5 milhões. Não deslanchou por lá, enfrentou problemas pessoais e acabou sendo emprestado ao Goiás em 2018 onde atuou 18 jogos e marcou 4 gols fazendo parte do acesso do Esmeraldino. Retornou ao Furacão esse ano, mas não estava nos planos e foi emprestado ao Leão.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*