Artur entende frustração da torcida do Bahia e deixa futuro em aberto

Artur vai retornar ao Palmeiras em 2020 onde será aproveitado

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Mais um jogo na Fonte Nova e mais uma decepção. Assim foi esta quinta-feira para o Esporte Clube Bahia que abriu o placar, jogou um bom tempo com um jogador a mais, porém, cedeu o empate ao Vasco da Gama e completou OITO jogos sem vencer em Salvador, sendo merecidamente vaiado pelo torcedor. Após a partida, o meia-atacante Artur lamentou o tropeço, porém, exaltou o “empenho” da equipe, e se diz feliz pelo ano de 2019, não só individual, como coletivo, apesar da frustração do torcedor que acreditou no time pela vaga na Libertadores.

 

“Infelizmente a gente levou o gol, a gente só tem a lamentar. Mas agora é bola para frente, né? Temos o Fortaleza aí e depois temos as férias para descansar o corpo e esfriar a cabeça e ver o que estamos errando. Infelizmente a gente não sai com o triunfo daqui, mas temos que exaltar o empenho da equipe. Valeu demais o ano de 2019. Foi muito bom não só para mim, mas para a equipe toda. Fico feliz pelo ano. Sei que o torcedor está um pouco frustrado pelo primeiro turno e no segundo a gente pecou um pouco. Agora é levantar a cabeça contra o Fortaleza e tentar conquistar um triunfo fora de casa”, afirmou em entrevista ao canal Premiere.

Artur também comentou o que pode ter sido seu último jogo pelo Bahia diante da torcida, já que ele tem contrato até o final do ano e em 2020 vai se apresentar ao Palmeiras, onde será aproveitado na próxima temporada. Apesar de ser algo lógico e acertado, o jogador deixou o futuro em aberto.

“Não sei. Espero que eu fique. Estou vendo com meus dirigentes, minha família para ver o que vai ser melhor para mim. Quem sabe eu posso ficar e em 2020 a gente triunfar dentro de casa”, disse.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*