Presidente do Atlético-BA critica postura de lateral: “Está descartado”

Albino Leite explicou a situação de Adriano Apodi

Após ter sido anunciado oficialmente pelo Atlético de Alagoinhas, o lateral-direito Adriano Apodi informou que seu destino será o ASA de Arapiraca, com quem já tinha um pré-contrato firmado e alegou precipitação do clube baiano em fazer o anúncio. Agora foi a vez da outra parte se posicionar. O presidente do Conselho Deliberativo do Carcará, que assumiu provisoriamente a presidência administrativa do clube, Albino Leite, criticou a postura do jogador. Segundo o dirigente, o atleta tinha um pré-contrato com o Atlético-BA, porém, não assinou e desfez o negócio.

“Soube disso há uma hora atrás e ele fez uma coisa que não deveria ter feito. Então, ele está descartado. Ele estava conversando com a gente, demonstrou interesse e já tinha um pré-contrato nosso lá. Eu tinha a impressão que ele tinha assinado o pré-contrato, mas não assinou. Aí nos deixou em má situação, porque foi de madrugada”, disse ao Bahia Notícias.

Revelado no Vitória e com passagem pelo Bahia, o jogador de 31 anos teve seu maior destaque vestindo a camisa do Vitória da Conquista, quando foi eleito melhor lateral do Campeonato Baiano de 2015 e acabou sendo contratado pelo Esquadrão. Ele chegou a negociar um retorno ao Bode, porém, a parte salarial acabou travando o negócio. Esse ano, Adriano atuou por Jacobina no Baianão e depois defendeu Guarany de Sobral e Rio Brando do Acre. Foi vice-campeonato baiano em 2015 e da Copa Governador do Estado da Bahia em 2014 e 2016 com o ECPP. Também foi Campeão Tocantinense em 2013 com o Gurupi, Campeão Brasiliense em 2014 com o Luziânia e Campeão Paulista da Série A-2 com o Santo André em 2016.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*