Em conversa com jogadores, Geninho tenta minimizar salários atrasados no Vitória

Foto: ASCOM/EC Vitória

Convivendo com uma forte crise financeira que aumentou bastante após a queda para a Série B, o Esporte Clube Vitória encontra vem encontrando dificuldades em quitar os salários em dia. Diante disso, os jogadores tiveram uma reunião com o técnico Geninho nesta segunda-feira (11), véspera do duelo contra o CRB que pode sacramentar o fim do sofrimento do Leão na competição. O atletas cobram uma solução para o problema e o treinador procurou minimizar a situação. Em entrevista, Geninho falou sobre o atraso nos salários e espera que a diretoria consiga contornar e resolver o problema.

 

“A gente conversa muito. Jogador tem sempre um problema ou outro. Outro tem problema mais particular, e a gente procura ajudar. Todo mundo sabe que o Vitória está tendo algumas dificuldades nessa reta final. E a gente tem procurado ajudar de todas as maneiras. Ajudando o clube, fazendo o meio-campo entre diretoria e grupo e levando para a diretoria alguns problemas e reivindicações do grupo para que, dentro das condições do Vitória…Não adianta tirar leite de pedra. Não tem, não tem. Mas eu acho que o Vitória tem condições, de repente, de procurar nessa reta final, a partir do momento que garanta permanência…Tudo passa por uma permanência na Série B de começar a traçar dias melhores. É muito ruim. O profissional trabalha e quer receber por aquilo. Hoje, um atraso, não vamos falar de atraso exagerado, faz parte da maioria dos clubes brasileiros. Não é somente o Vitória. Mas a gente, se possível, tem que minimizar o máximo esse problema. Que o atraso não se transforme em um grande atraso porque o primeiro problema se transforma em grande problema e fica mais difícil de você administrar”, afirmou.

Deixe seu comentário

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*