Meia do Santos admite que o Bahia é um adversário difícil de ser vencido

"O Bahia tem um time difícil, que se defende bem", disse

Santos e Bahia se enfrentam na próxima quinta-feira em jogo de complemento da 29ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. No primeiro turno, em jogo que marcou a retomada do Campeonato Brasileiro após a realização da Copa América, o time paulista surpreendeu e venceu pelo placar de 1 a 0, registrando a primeira derrota do Bahia como mandante no Brasileirão e também sob o comando do técnico Roger Machado. Naquela ocasião, havia sido realizados 9 jogos, com 8 triunfos e o Santos impôs a primeira derrota ao tricolor de aço em um sábado chuvoso. Com revés, o Bahia perdeu uma invencibilidade de mais de quatro anos que significava 18 jogos sem ser derrotado em Pituaçu.

 

O autor do gol o uruguaio foi Carlos Sánchez que hoje é terceiro maior artilheiro estrangeiro da história do clube aproveitando rebote de pênalti defendido por Douglas por ele mesmo desperdiçado. Hoje à tarde, o jogador falou sobre a partida, reconheceu as qualidade do Bahia e alertou que o Santos só sairá vencedor caso tenha tranqüilidade durante a partida.

“A partida do primeiro turno foi difícil. Não conseguimos fazer um bom primeiro tempo, mas fizemos um grande trabalho na etapa final. Buscamos o gol e ele só saiu no final, mas ficamos felizes por termos ganhado. O Bahia tem um time difícil, que se defende bem e sai no contra-ataque muito bem. Tem jogadores muito bons. Será um jogo difícil, como todos. Eles têm um padrão de jogo já definido há algum tempo e temos que ter tranqüilidade para buscar a vitória. Sempre trabalhamos para isso”, disse o camisa 7.

Artilheiro do Santos FC na temporada com 14 gols, Sánchez prega a necessidade de manter a tranquilidade para superar este tradicional adversário. Na visão do uruguaio, um gol no início do duelo pode facilitar a conquista da 16ª vitória do Peixe.

“Ter tranquilidade é muito importante. Queremos fazer um gol cedo para dar ainda mais tranquilidade no nosso jogo. Sabemos que temos jogadores importantes que podem fazer a diferença. Temos que manter a concentração para errar o mínimo possível e marcar um gol para seguirmos calmos”, completou.

LEIA TAMBÉM

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*