Cuiabá demite treinador após derrota para o Vitória na Arena Pantanal

Itamar Schülle estava há dois anos no comando do time matrogrossense

Foto: Júlio César Santos / RBS TV

A dança dos técnicos, que faz enorme sucesso na Série A, chegou no Campeonato Brasileiro da Série B. Neste sábado (12), horas após a derrota para o Esporte Clube Vitória, por 3 a 1, na Arena Pantanal, o Cuiabá anunciou a demissão do técnico Itamar Schülle, que deixa o clube ao lado do auxiliar Lucas Isotton e do preparador físico Carlos Gamarra. O treinador já estava na berlinda por conta dos resultados ruins e com o revés para o Leão, completou quatro jogos sem vencer e com apenas uma vitória nos últimos nove jogos, não se sustentando no cargo e acabando por ser desligado da agremiação.

 

Itamar Schülle estava no comando do time do Cuiabá há dois anos, sendo bicampeão estadual de forma invicta e vice-campeão da Série C do Brasileiro, garantindo o histórico acesso do clube à Série B. No total, foram 96 jogos como técnico da equipe, com 51 triunfos, 24 derrotas e 21 empates. Na Série B, o Cuiabá estava na 12ª colocação com 36 pontos. O próximo compromisso do Dourado será segunda (14), às 20h, contra o Sport, na Ilha do Retiro, pela 29ª rodada.

VEJA A NOTA DO CLUBE

“O técnico Itamar Schulle não é mais o técnico do Cuiabá. Após a derrota para o Vitória, nesta noite, na Arena Pantanal, a diretoria e o treinandor chegaram a um comum acordo para o encerramento do vínculo. Também deixam o clube o auxiliar Lucas Isotton e o preparador físico Carlos Gamarra.

O Cuiabá volta a jogar na segunda, contra o Sport, em Recife. A diretoria ainda não definiu quem comandará o time diante do Sport.

Itamar comandou o Cuiabá em 96 jogos, com 51 vitórias, 24 derrotas e 21 empates. Conseguiu o acesso para a Série B do Brasileiro e o bicampeonato Estadual de forma invicta.

A diretoria do Cuiabá reconhece todo o trabalho e conquistas do técnico em sua passagem pelo Dourado. O histórico acesso à Série B, o vice do Brasileiro Série C, os dois títulos Mato-grossense de forma invicta e as mais de 50 vitórias conquistadas. O Cuiabá agradece ao treinador e à sua comissão técnica e lhes deseja sucesso no prosseguimento de suas carreiras.”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*