Com naturalização, ex-Vitória é convocado pela primeira vez para a China

Elkeson é o maior artilheiro da história do Campeonato Chinês

Foto: Instagram

Maior artilheiro da história do Campeonato Chinês com 103 gols, o atacante Elkeson, revelado nas divisões de base do Esporte Clube Vitória, se naturalizou chinês e foi convocado pela China pela primeira vez nesta quarta-feira, quando o técnico Marcelo Lippi divulgou uma lista de 35 nomes pré-selecionados para treinamentos antes de confrontos contra Maldivas e Guam, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Com isso, o jogador passa a ter um novo nome, de origem chinesa (Ai Kesen), por agora ter o passaporte do país, após renunciar à nacionalidade brasileira. Já que a lei chinesa não permite dupla-nacionalidade.

 

Através de sua conta oficial no Instagram, Elkeson publicou uma mensagem de agradecimento aos chineses por todo o carinho que recebe no país desde 2013, quando foi contratado pelo Guangzhou Evergrande.

– Queria retribuir todo o carinho que o povo Chinês meu deu nesses sete anos. Me sentia à vontade na China, como se tivesse nascido no país. Foi aí que chegou até a mim uma possibilidade desafiadora, mas que me deixou com a certeza de que seria o próximo passo a ser dado. A volta para o Guangzhou Evergrande, time que abriu as portas do país para mim, e a naturalização, para que eu ajude a seleção chinesa a disputar mais uma Copa do Mundo. Hoje, comunico a todos que, oficialmente, embarquei nesse desafio. Abri mão da minha nacionalidade para tentar retribuir todo o carinho que recebo aqui desde a minha chegada. Estou muito animado e empolgado. Conto com a torcida de vocês. Forte abraço, Ai Kesen – escreveu.

O jogador se tornou o maior artilheiro da história da competição, com 103 gols, ultrapassando Wu Lei, ex-Shanghai SIPG e que hoje defende o Espanyol, da Espanha. Revelado no Vitória, onde jogou de 2009 até 2011 e marcou 18 gols em 99 jogos pelo time principal, o jogador acumula passagens por Botafogo e Shanghai SIPG, da China.Em 2014, Elkeson tinha batido outro recorde na China, ao marcar 26 gols no torneio nacional, se tornando o jogador que balançou as redes em uma única edição. Com a vitória, o Guangzhou Evergrande disparou na liderança, chegando aos 58 pontos e deixando o próprio Beijing Guoan na segunda posição, com 51.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*