Carlos Amadeu comanda primeiro treino no Vitória de olho no Paraná

Novo treinador já trabalhou como interino no Vitória

Foto: Ascom/EC Vitória

Um dia após ser anunciado oficialmente pelo presidente Paulo Carneiro como substituto de Osmar Loss (demitido no último domingo), o técnico Carlos Amadeu foi apresentado e iniciou os trabalhos no Esporte Clube Vitória visando o duelo do próximo sábado, contra o Paraná, às 19h, no Estádio Manoel Barradas. O treinador, que é prata da casa e já comandou o time principal do Leão interinamente duas vezes, comandou o primeiro treino no campo 1 do CT Manoel Pontes Tanajura, ao lado dos assistentes Bruno Pivetti, que chega junto com ele, e Flávio Tanajura, fixo do clube.

 

No primeiro dia, Carlos Amadeu comandou treinamento coletivo-tático, iniciando a preparação para o duelo com o Paraná, sábado (10), às 19h, no Barradão. Até lá serão mais três dias intensos de trabalho: nesta quarta-feira (7) à tarde; quinta e sexta-feira pela manhã e início de concentração ao final das atividades na sexta.

Na apresentação, Paulo Carneiro fez elogios ao novo treinador. “Amadeu (Carlos), funcionário do clube, tem uma história rica no nosso clube, que eu nem conhecia. Você ganhou mais minha simpatia. Ele estava de licença, estava servindo ao Brasil (seleções da base) desde 2015 e tem uma família com uma rica história no Vitória. Seu avô foi remador do Vitória, sua mãe foi jogadora de vôlei, e seu pai foi diretor e supervisor de futebol. Atualmente, o filho Ricardo treina o sub-15, e o caçula (Matheus) atua no sub-15. Então é uma história riquíssima, mais do que a minha porque meu pai jogou no Vitória cinco anos e foi interventor”, disse Paulo Carneiro.

O treinador garante estar pronto para o desafio. “As vitórias, as conquistas são que vão nos fazer permanecer no cargo. A gente sabe a cultura do futebol brasileiro, que todos nós participamos dela. É um contexto, uma conjuntura. A gente precisa, de forma gradativa, ir mudando essa cultura. Mas, enquanto não mudarmos, a gente tem que conseguir o resultado”.

Carlos Amadeu, 53 anos, com passagens anteriores nas categorias de base e duas vezes como interino do time principal nos anos de 2014 (2 jogos) e 2015 (3 jogos), não esconde a satisfação com o retorno. Foi campeão na primeira edição da Copa do Brasil Sub-20 pelo rubro-negro no ano de 2012. Ele tem o filho mais velho, Ricardo, 28 anos, no comando do time sub-15 do Vitória, e jogando na mesma categoria, o caçula da família, Matheus. Com bastante identificação com o clube, o treinador concedeu sua primeira entrevista coletiva e falou sobre pressão por resultados, o momento do Leão e revelou que foi procurado outras vezes.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*