Cruzeiro goleia o Atlético-MG e encaminha classificação na Copa do Brasil

Jogos de volta serão todos na próxima quarta-feira

A rodada de ida das quartas de final da Copa do Brasil iniciou na última quarta-feira (10), com três jogos, dois deles terminando empatado e apenas um com vencedor, destaque para o Esporte Clube Bahia que foi até Porto Alegre e arrancou um empate por 1 a 1 com o Grêmio, trazendo para Salvador um resultado interessante e agora decidindo diante do seu torcedor, na Arena Fonte Nova, quarta que vem, às 19h15. Athletico-PR e Flamengo também empataram por 1 a 1, em jogo polêmico por conta de um lance onde o goleiro Diego Alves pega a bola com as mãos fora da área, além de três gols anulados pelo VAR. O único a vencer na quarta-feira foi o Palmeiras que aplicou 1 a 0 no Internacional no Allianz Parque, com gol do meia Zé Rafael.

 

Nesta quinta-feira (11), um clássico mineiro fechou os jogos de ida da Copa do Brasil e com um placar inesperado no Mineirão. O Cruzeiro, que vinha de uma sequência de 9 jogos sem vencer e vivendo um momento turbulento também fora de campo com problemas judiciais, goleou o Atlético Mineiro por 3 a 0 esta noite com gols de Pedro Rocha, Thiago Neves e Robinho, resultado que encaminha a classificação da Raposa para as semifinais. A segunda partida será no dia 17, quarta que vem, às 19h15, no Estádio Raimundo Sampaio, popular Independência, no bairro do Horto. Quem avançar, enfrenta o vencedor de Internacional e Palmeiras.

Como vieram da Copa Libertadores, Cruzeiro e Atlético-MG entraram nas oitavas de final da Copa do Brasil. A Raposa eliminou o Fluminense após dois jogos duros, com empates por 1 x 1 no Maracanã e 2 x 2 no Mineirão, vencendo nos pênaltis por 3 a 1. Já o Galo despachou o Santos, empatando sem gols no Independência e venceu a volta no Pacaembu por 2 a 1.

JOGOS DE VOLTA (todos quarta-feira, 17)
19h15- Bahia x Grêmio
19h15- Atlético-MG x Cruzeiro
21h30- Flamengo x Athletico-PR
21h30- Internacional x Palmeiras

A Copa do Brasil oferece a maior premiação no calendário esportivo nacional. No total, a competição distribuirá mais de R$ 278 milhões. Caso participe desde a primeira fase, o campeão poderá receber R$ 70 milhões, recorde na história do futebol brasileiro. Se o título ficar com um dos times que vai entrar apenas nas oitavas de final, o valor será um pouco menor. A premiação específica da final chega a R$ 52 milhões para o vencedor.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*