Como vencer esse Bahia? Goleiro do Cruzeiro responde!

Rafael espera um jogo difícil, mas espera conquistar os 3 pontos

Foto: Cruzeiro

O Cruzeiro enfrenta o Bahia hoje à tarde na Arena Fonte Nova. Os clubes vêm de disputas pela Copa do Brasil com o Bahia fracassando contra o Grêmio, enquanto, o Cruzeiro com sucesso despachou o Atlético-MG, No entanto, o clube mineiro no Campeonato Brasileiro da Série A é um dos listados entre os clubes na zona de rebaixamento. Ainda assim, celeste desembarcou em Salvador com um time repleto. Entre eles, o goleiro Rafael espera um jogo difícil e destaca a importância de se buscar pontos no território adversário.

 

“O jogo do Bahia é muito importante, por conta de nossa colocação no Brasileiro. Estamos indo para lá com força total. É bom frisar que fizemos três jogos em uma intensidade muito grande. Acaba que o desgaste vem. Hoje em dia o futebol está ainda mais exigindo a parte física, jogos em que os jogadores correm até 13km. Se não tiver essa entrega e dedicação, cai muito a produção. Tenho certeza que o Mano vai colocar o time mais inteiro para jogar em Salvador, para que continue mantendo essa intensidade e esse ritmo que é primordial no futebol. Vamos buscar a vitória, buscar fazer os três pontos, voltar a ganhar no Brasileiro e subir na tabela”, destacou o camisa 12.

“Creio que vai ser um jogo muito acirrado, porque precisamos muito da vitória, assim como eles também. Acho que em relação ao jogo da Copa do Brasil, sempre quando um time perder, ele quer logo reverter a situação no próximo jogo. Sabemos que no futebol se vive de vitórias e resultados, independente de qual campeonato está se disputando. Sabemos que o Bahia vai buscar o resultado, assim como a gente. Isso vai fazer com que tenhamos um jogo de muitas oportunidades, com as duas equipes buscando o gol. Precisamos sair dessa zona incomoda. Vamos para a Bahia para fazer um grande jogo, sabendo que vamos enfrentar uma grande equipe que também estará em busca da vitória. Será um grande jogo”, projeta o goleiro.

Veja  a entrevista

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*