Brasil vence o Peru no Maracanã e é campeão da Copa América pela 9ª vez

Brasil jogou parte do jogo com 10 após expulsão de Gabriel Jesus

Foto: Twitter / Copa América

Com outra atuação destacada do atacante Gabriel Jesus no primeiro tempo, assim como na semifinal contra a Argentina, dando uma assistência e marcando outro, porém, expulso na segunda etapa saindo de campo bastante revoltado e aos prantos, a Seleção Brasileira venceu o Peru pelo placar de 3 a 1 neste domingo (07), no estádio do Maracanã, com gols de Éverton, Jesus e Richarlison. Paolo Guerrero anotou o gol peruano (único gol sofrido pelo time de Tite na competição). Com a vitória, o Brasil conquista o título da Copa América pela quinta vez sediando a competição, mantendo o aproveitamento de 100% em decisões como anfitrião. Esse é o 9º título brasileiro no torneio (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007, 2019), ficando atrás somente de Uruguai (15) e Argentina (14).

 

Assim como no jogo pela fase de grupos, o Brasil abriu o placar logo cedo neste domingo, com bela jogada de Gabriel Jesus cruzando para Everton anotar o primeiro aos 14 minutos. O Peru, mesmo sem ameaçar, conseguiu o empate aos 43 com Paolo Guerrero convertendo pênalti discutível cometido por Thiago Silva na visão do árbitro. A Seleção Brasileira não demorou para dar a resposta e aos 47 minutos voltou a frente no placar com Gabriel Jesus recebendo bom passe de Arthur e anotando seu segundo gol na Copa América.

No segundo tempo, o Brasil abdicou de jogar futebol e passou e deu espaço para o Peru que pressionou em busca do empate. Para piorar a situação, o atacante Gabriel Jesus foi expulso após tomar o segundo amarelo e deixou o campo muito bravo fazendo gestos de “roubo”. Depois, aos prantos, deu uma bica na garrafa d’água da área técnica, um soco na cabine do VAR e um empurrão num totem da Conmebol que fica logo atrás da cabine. Mesmo com 10, a Seleção Brasileira conseguiu controlar o jogo e aos 43 minutos fez o terceiro com Richarlison convertendo penalidade máxima.

PÚBLICO
58.504 público pagante
11.402 público não pagante
R$ 38.760.850 renda bruta

Foi a quinta vez que a Copa América aconteceu no Brasil e todas as vezes que sediou a competição, a Seleção Brasileira levantou a taça. Antes de 2019, já havia conquistado em 1919, 1922, 1949 e 1989. Participaram desta edição: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, da América do Sul; e dois convidados da Ásia, Catar e Japão. Ao todo, são nove títulos mundiais, sendo cinco do Brasil, dois da Argentina e dois do Uruguai.

Na primeira fase, as 12 seleções foram divididas igualmente em três grupos por meio de sorteio. Os três campeões do mundo (Brasil, Argentina e Uruguai) foram cabeças de chave. No Grupo A, tivemos Brasil, Bolívia, Venezuela e Peru, enquanto no Grupo B figuraram Argentina, Colômbia, Paraguai e Catar, e no Grupo C Uruguai, Equador, Japão e Chile. Todos jogaram contra todos dentro do próprio grupo. Para as quartas de final, se classificaram as duas primeiras colocadas de cada grupo, num total de seis seleções, e também as duas melhores terceiro colocadas, totalizando oito equipes.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*