Médico do Bahia explica as contusões de Élber, Ernando e Gilberto

Jogadores foram para o recesso entregues ao departamento médico

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A pausa no calendário do futebol brasileiro servirá para alguns clubes recuperarem os jogadores entregues ao departamento médico, caso do Esporte Clube Bahia que tem três jogadores se recuperando de contusão. São eles, o zagueiro Ernando e os atacantes Élber e Gilberto. O médico do Tricolor, Dr. Rodrigo Daniel, explicou a situação dos três jogadores. O que mais preocupa é o defensor que realizou um exame de imagem e detectou uma pequena hérnia de disco, porém, não será preciso cirurgia. Já no caso dos atacantes, já estão curados e devem iniciar o treinamento normalmente com o elenco no dia 24, data da reapresentação.

 

O atacante Élber teve uma lesão na coxa na partida contra o Ceará, penúltimo jogo antes do recesso. O atleta não sente mais dores na região e deve treinar normalmente a partir de segunda (24), quando os jogadores se reapresentam.

“Élber sentiu uma fisgada na musculatura posterior da coxa direita, no jogo contra o Ceará. Fizemos uma ressonância que mostrou um estiramento. Iniciamos o tratamento ainda em Fortaleza e demos o seguimento no CT. O atleta evolui muito bem, está sem dor e a tendência é que na segunda-feira (24) já possa ser incorporado ao grupo”.

Já o centroavante Gilberto ficou de fora dos três últimos jogos antes da parada. O jogador, que estava com dores na região lombar, já está curado e também deve participar normalmente das atividades com o restante do elenco.

“Gilberto ficou de fora dos últimos três jogos por conta de uma dor lombar, que também foi tratada. O atleta já está sem dor e também será incorporado ao grupo na segunda-feira (24) para treinar normal”.

O caso que mais preocupa é o do zagueiro Ernando. De fora da partida contra o Internacional, o jogador chegou a viajar para Porto Alegre, mas se queixou de fortes dores na região lombar. Ernando fez um exame de imagem, que detectou uma pequena hérnia de disco. Porém, os médicos do Tricolor descartaram uma cirurgia. O zagueiro já se reapresenta nesta quarta (19) para continuar o tratamento em Salvador.

“Ernando sentiu uma dor forte na região lombar, na véspera do jogo com o Internacional em Porto Alegre. Fizemos uma ressonância que detectou uma pequena hérnia discal na região lombar. Instituímos um tratamento conservador, não-cirúrgico. O atleta está medicado e iniciando com exercícios leves. Antecipamos seu retorno para quarta-feira (19), para que a gente consiga intensificar o tratamento. A tendência é que com duas semanas a gente repita essa ressonância para avaliar a evolução da imagem da hérnia”.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*