Brasil perde para a França na prorrogação e dá adeus à Copa do Mundo Feminina

FOTO - LOIC VENANCE / AFP

A Seleção Brasileira deu adeus ao sonho do inédito título mundial na Copa do Mundo de Futebol Feminino. Na noite deste domingo (23), as meninas do Brasil conseguiram carregar o jogo diante da anfitriã França para a prorrogação, após sair atrás no placar com gol de Gauvin e empatar com Thaísa. Porém, no primeiro minuto do segundo tempo da prorrogação, a volante Henry marcou e decretou a vitória francesa por 2 a 1, avançando às quartas de final da competição e eliminando o Brasil que volta para casa.

 

A Seleção Brasileira comandada pelo técnico Vadão terminou a fase de grupos na terceira colocação do Grupo C, com 6 pontos (duas vitórias e uma derrota), mesma pontuação de Itália (1ª) e Austrália (2ª), porém, perdendo no saldo de gols. Já a França terminou na liderança do Grupo A, com 9 pontos, 100% de aproveitamento.

Marcas alcançadas: A atacante Cristiane, que se destacou com três gols na estreia, se tornou a segunda maior artilheira brasileira em Mundiais, ultrapassando a legendária Sissi. Outra que também fez história é a volante Formiga. Aos 41 anos, ela se tornou a única jogadora entre masculino e feminino a disputar sete Copas. Melhor jogadora de todos os tempos, Marta alcançou mais um recorde com o gol de pênalti marcado sobre a Itália na última rodada da primeira fase. A camisa 10 ultrapassou Miroslav Klose e se tornou a maior artilheira em Copa do Mundo com 17 gols.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*