Por que os jovens estão mais interessados no futebol europeu?

Foto: Pixabay

Há algumas décadas, seria praticamente uma loucura dizer que uma criança brasileira, na hora de escolher seu time do coração, poderia optar em torcer por qualquer time que não fosse do Brasil. Hoje, porém, essa situação vem mudando. Cada vez mais, é comum ver crianças e jovens proclamando-se como torcedores do Barcelona, Real Madrid, Manchester City ou qualquer outro gigante europeu. Mas por quê nossos jovens estão perdendo interesse pelo futebol canarinho e acompanhando mais os campeonatos internacionais?

Primeiro, é interessante apontar alguns números. Uma pesquisa realizada pelo Ibope aponta que, já em 2015, portanto há quatro anos, 69% dos jovens brasileiros entre 16 e 29 anos admitiam torcer para algum clube europeu. Real Madrid, Barcelona e PSG são os clubes internacionais mais seguidos no Brasil, segundo o mesmo instituto.

Essa predileção se traduz também na economia. Segundo Lucas Coppi, responsável pelo site de comportamento masculino universodeles.com.br, a cada ano vem crescendo as buscas por produtos oficiais de clubes europeus e caindo a busca por produtos dos times do Brasil. “Ainda mais agora, quando a temporada europeia chega no seu momento decisivo, vemos um aumento considerável de pessoas – sobretudo jovens – buscando por produtos das equipes da Europa”, garante.

Mas afinal, o que está ocasionando essa “debandada”? Vamos listar alguns motivos:

Nossos craques estão lá

Engana-se quem pensa que os dias de glória dos jogadores brasileiros se acabaram. Pode ser que a Seleção esteja passando por uma fase ruim, mas nossos astros continuam brilhando. O problema é que eles brilham… na Europa. O Brasil é o terceiro colocado na lista de países com jogadores que mais marcaram gols na Champions League, atrás apenas da Espanha e da Alemanha.

Os garotos que se destacam por aqui deixam o país cada vez mais cedo com destino a Europa. Isso faz com que o nível do futebol nacional se empobreça, e que sejamos obrigados a acompanhar as competições lá de fora se quisermos ver nossas estrelas brilhando.

Mais do que futebol, entretenimento

Na Europa, principalmente nas grandes competições, uma partida de futebol nunca é “só um jogo”. O torcedor que tem a oportunidade de ir a um estádio europeu vive uma verdadeira experiência, com muita organização e vários momentos marcantes além da bola na rede. Com o avanço da tecnologia, nossos jovens, mesmo aqueles que não têm a oportunidade de ir até o Velho Continente, ficam por dentro dessa experiência e se apaixonam cada vez mais pelo futebol europeu.

A internet diminuiu a distância

Talvez esse seja o ponto mais importante. Décadas atrás, era muito difícil acompanhar e assistir às principais competições europeias. Falar de Real Madrid ou Liverpool era falar de algo muito distante. Hoje, com a internet e todos os recursos audiovisuais utilizados pelos clubes, nossos jovens podem assistir a todas as partidas do “seu” time europeu, além de ficar por dentro de todas as novidades nas redes sociais.

Ou seja, mesmo estando a milhares de quilômetros da Espanha, Inglaterra ou Alemanha, um adolescente pode se sentir muito próximo de seus ídolos. Aquele jogador que antes ele só via no videogame, agora está todos os dias na TV de sua casa ou no Youtube e no Instagram.

São muitas as razões que fazem nossos jovens estarem escolhendo os times europeus ao invés do futebol brasileiro. Cabe a nós, enquanto país, voltar a fazer nossos campeonatos atrativos. Caso contrário, em algumas décadas, pode ser que a torcida do Real Madrid seja maior do que a de alguns gigantes brasileiros, mesmo dentro do nosso país.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*