O Bahia de Roger Machado encanta o Brasil e despacha o São Paulo

O Bahia melhorou substancialmente o futebol após Roger Machado

Foto - Felipe Oliveira

Com pouco tempo no comando do Esporte Clube Bahia, o técnico Roger Machado conseguiu implantar sua forma de jogo à equipe. A organização tática, a consistência na marcação e saída em velocidade nos contra ataques tem sido marca constante nesse novo Bahia de Roger. A utilização de três volantes , longe do que se imaginava, não tornou a equipe engessada, nem muto menos sem articulação. Volantes que tem características diferentes, uma mescla de marcação , boa saída de bola e presença no campo de ataque.

 

A diversidade no que diz respeito à forma de jogar desenvolvida por Roger Machado tem tornado o Bahia cada vez mais forte, seja em casa onde possui aproveitamento de 100%, até agora sete triunfos em sete jogos, seja fora de casa, onde tem se apresentado de maneira bem consistente.

Diante do São Paulo no jogo de volta da Copa do Brasil,n a noite de quarta-feira 29, mais uma vez o Bahia mostrou o que tem sido essa nova forma de jogar, adversários com posse de bola que não conseguem romper as linhas de marcação. Artur e Elber nas pontas deram velocidade e foram essenciais também no sentido de reforçar a marcação.

Mais uma excelente apresentação do atacante Gilberto, que marcou, puxou contragolpes. Os laterais Nino e Moisés foram obedientes taticamente, atacaram e defenderam no momento certo. Lucas e Ernando seguros na defesa. Enfim, mais uma excelente apresentação, e de quebra um adeus ao Tricolor Paulista, sacramentado com dois triunfos seguidos.

Avançar a próxima fase da Copa do Brasil, renderá aos cofres tricolores uma boa quantia. A torcida tricolor promete lotar o estádio no próximo sábado diante do Grêmio , jogo que acontecerá em Pituaçu as 19h, devido a Fonte Nova estar interditada para realização da Copa América . Vamos avante, Esquadrão.

Marcelo Eloi, Amigo e colaborador do site e torcedor do Bahia

Deixe seu comentário

3 Comentário

  1. Vc que está lendo este comentário pode imaginar como é dolorido ser vaiado de público, no desempenho da sua atividade profissional, por dezenas de milhares de urros, a chama-lo de burro? Como explicar isso a um filho para o qual vc representa a figura de um ídolo? E com quais argumentos esta criança ira defender o seu pai herói diante das zoações dos amiguinhos? Como deve ser a noite de um operário que correu, lutou,suou, deu tudo de si numa jornada profissionalmente infeliz e foi eleito “o pereba”, ou “um jogador meia boca” por um radialista que não sabe sequer o peso de uma bola de futebol, e que durante a sua narração cometeu faltas violentas contra a ênclise, a próclise, que sequer arriscou uma jogada de efeito usando os recursos da mesóclise? Como deve ser fácil para um torcedor que debruçado numa garrafa de aguardente, ancorado num balcão de meretrício, faz uso de um celular e falando para milhões de ouvintes, sugere inconsequentemente, que o Bahia demita, esse ou aquele jogador, esse ou aquele pai de família, plantando o medo do desemprego num lar, pelo fato daquele atleta não ter se aprofundado numa jogada da maneira como ele, o ébrio, gostaria que tivesse sido desenhado aquele lance na sua fértil imaginação de alcoólatra? Putz cara! Como deve ser dolorido!

    • Entendo…concordo em partes… mas entenda uma coisa…

      Você que está lendo este comentário pode imaginar como é dolorido ser odiado/temido/ por grande parte da sociedade (mal informada) no desempenho da sua atividade profissional (sem eles não existiria segurança pública ostensiva), por dezenas de milhares de urros, a chama-lo de assassinos/truculentos?

      Como explicar isso a um filho para o qual você representa a figura de um ídolo?
      E com quais argumentos esta criança ira defender o seu pai herói diante das zoações dos amiguinhos?
      Como deve ser a noite de um operário que correu, lutou,suou, arriscou sua VIDA, deu tudo de si numa jornada profissionalmente infeliz, É MAL REMUNERADO e foi crucificado “autoritário”, ou “um policial mal preparado” por um radialista ou apresentador de TV que não sabe sequer atravessar uma rua sem ser rodeado por seguranças, e que durante a sua reportagem cometeu faltas violentas contra a ênclise, a próclise, e de caráter? ”

      Que inversão de valores é essa?!

      POLICIAIS (ganham pouco),
      BOMBEIROS (ganham pouco),
      JUÍZES (ganham justo – tempo de estudo +decisões),
      MÉDICOS (tempo de estudo + decisões sobre vidas),
      ENFERMEIROS (ganham pouco),
      GARIS (ganham pouco e as vezes nem bom dia ganham)…

      QUANTOS DESSES PROFISSIONAIS O VALOR DO SALÁRIO DE UM JOGADOR MEDIANO CONTRATARIA?
      FAÇA ESSE PARÂMETRO!
      Entre outros… estes sim merecem um texto “HUMANO” como você fez.

      Existe jogador pereba sim, existe jogador fraco sim! Todos tem que ser tratados com respeito, mas simplesmente deram sorte de chegar lá. Quantos jogadores de várzea são mais talentosos mas não tiveram oportunidades de entrar num time devido as máfias?!

      Lógico que jogador é ser humano, nos traz alegrias, tristezas mas são MEROS FUNCIONÁRIOS DO CLUBE! (duvido que você vá no instagram de Pantico, Moré, Jean Elias perguntar como estão? Ou vai estender um tapete vermelho para o RIVAL JOGADOR HORRÍVEL NETO BAIANO?!)

      Jogador ou técnico que consegue se destacar e viram ídolos! (Mas continuam sendo funcionários e ex funcionários do clube, representam para o clube e seus torcedores, APENAS!).

      ACORDE!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*