Reunião é adiada e permanência de Escudero no Vitória segue indefinida

Prazo para definir a situação do jogador venceu dia 25

No último dia 25 de março foi o último dia do prazo dado pela diretoria para definir a situação do meia Damián Escudero, que segue aprimorando a forma física e técnica no Vitória. Sem atuar desde 2017 quando defendia o Vasco da Gama, o argentino inicialmente seria avaliado por 30 dias e caso fosse aprovado pela comissão técnica, assinaria um contrato de produtividade até o final do ano. Sua última partida aconteceu no dia 17 de setembro de 2017, no duelo entre o Vasco e o Corinthians.

No entanto, o prazo já venceu e a permanência (ou não) de Escudero no Vitória ainda é uma interrogação. A reunião que estava agendada para esta sexta-feira (29) foi adiada para a próxima segunda-feira (1º) já que no sábado o Leão tem um jogo de vida ou morte diante do Náutico no Estádio Manoel Barradas, precisando vencer e torcer por um tropeço de Salgueiro ou CRB para seguir na Copa do Nordeste.

 

Escudero tem 31 anos e defendeu o Vitória por três temporadas (2013, 2014 e 2015), participando da melhor campanha do Leão na Série A chegando perto da classificação para a Libertadores. No total, foram 93 jogos pelo rubro-negro e 18 gols marcados. Deixou o clube baiano no final de 2015 para jogar no Puebla do México, mas retornou ao Brasil em 2017 contratado pelo Vasco onde atuou 20 jogos anotando um gol.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*