Será que o Esporte Clube Bahia está precisando de um treinador?

A eliminação na Sul-Americana deixou os tricolores ressabiados

O Esporte Clube Bahia, apesar das boas perspectivas criadas pelo torcedor, principalmente com a suposta qualidade das contratações para temporada 2019, conseguiu a proeza de ser eliminado da Copa Sul-Americana por um time pouco qualificado e sem tradição ou grande feito no futebol do próprio país, e que fez apenas o seu terceiro jogo oficial na temporada, dois contra o Bahia (1 x 0 na Fonte Nova e 0 x 0 no Uruguai) e um empate com o Nacional pela primeira rodada do Campeonato Uruguaio.

Após a partida, o técnico Enderson Moreira mais uma vez utilizou como justificativa e desculpa pela eliminação, o calendário do futebol brasileiro, citando ter tido apenas DOZE dias de pré-temporada. Além disso, destacou que o Bahia enfrentou uma equipe preparada, sendo que o tricolor passou oito dias se preparando para este confronto, poupando todos os seus titulares diante do Vitória da Conquista no último domingo.

“O Bahia tinha quatro competições, e tivemos doze dias de pré-temporada. No Brasil, a gente é obrigado sempre a vencer. Só quem está fora do nosso país, que quando enxerga essas coisas, que fica assustado. Às vezes perguntam por que jogamos com time B no Baianão. Isso é porque o time A não tinha condições [físicas]. São seres humanos. A gente enfrentou uma equipe bem preparada, fez jogos amistosos”, disse Enderson.

O reflexo disso é o descontentamento do torcedor tricolor com o técnico Enderson Moreira, exemplo do nosso amigo Marcelo Elói, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano, que se expressou após e eliminação frustrante e decepcionante para o modesto time do Liverpool que jamais havia avançado de fase na Copa Sul-Americana.

Veja abaixo:



“Bom elenco, contratações aprovadas pela torcida tricolor. O grande porém é por quê o Esporte Clube Bahia não conseguiu ainda desempenhar um futebol que agrade, que gere bons resultados. O exemplo do Liverpool é um grande alerta para o restante das competições que o tricolor ainda tem pela frente. Muitos times virão à Arena Fonte Nova com a estratégia de jogar por uma bola, de comportar-se de maneira defensiva o tempo todo.

A eliminação na Copa Sul-Americana para um time de pouca expressão deixa o torcedor do Esquadrão ressabiado, afinal, qual será a forma encontrada pelo Bahia para enfrentar tais obstáculos. Os dois jogos contra o Liverpool demonstraram que algo anda errado.

Um time que precisava do resultado na partida de volta após perder diante do seu torcedor na Arena Fonte Nova, por incrível que pareça conseguiu chutar apenas duas bolas em gol durante noventa minutos. A eliminação é realmente preocupante e deixa o torcedor tricolor de orelha em pé. Mais um sonho de um título internacional que se vai. O técnico Enderson Moreira alega ainda não ter conseguido a forma ideal, o equilíbrio para o Bahia.

Porém, ele tem deixado a desejar na escalação, na forma de jogar do time e principalmente nas substituições no decorrer dos jogos. Agora o Bahia volta sua atenção para as competições que ainda restam: Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Brasileirão. Mas deixo um questionamento no ar: Não estaria o Bahia precisando de um treinador?”

Marcelo Elói, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

2 Comentário

  1. Treinador fraquíssimo, sem história, sem tradição, inseguro. Essa turma pós democracia é excelente na gestão, mas péssima para escolher treinadores. Desde Schimidt, até hoje, só Carpegianni foi aprovado. Chega de Marquinhos Santos, Doriva, Jorginho, Guto, Enderson e outros menos votados. Está na hora de contratar um treinador com currículo de vencedor.

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. p37498#forum.krajowy.biz
  2. look at here

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*