Meia do Bahia fala sobre o clássico BA-VI e as cobranças da torcida

Artur irá disputar o seu primeiro clássico BAVI

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação EC Bahia

O primeiro BA-VI da temporada 2019 acontece no próximo domingo (03), às 17h00, na Arena Fonte Nova, pela terceira rodada da Copa do Nordeste, com torcida única por recomendação do Ministério Público da Bahia. O duelo vai marcar a estreia de alguns jogadores no maior clássico do futebol nordestino, entre eles, o meia-atacante Artur que chegou ao Bahia por empréstimo do Palmeiras e vem sendo titular da equipe de Enderson Moreira.

Entrevistado nesta quinta-feira (31) na sala de imprensa do Fazendão, o jogador falou sobre a expectativa de jogar seu primeiro clássico BA-VI e tratou com naturalidade as exigências do torcedor, afirmando que se tratando de clube e torcida gigantes, sempre vai existir cobrança.



“Jogo muito importante, tem que estar focado. Resultado é no detalhe. Clássico é uma história nova. Vai ser um espírito diferente. Tem que ver o que o professor falar, tem que ver os detalhes, porque clássico é decidido nos detalhes […] Bahia é gigante, torcida gigante. Nenhuma torcida do mundo, quando perder, vai achar que está tudo bem. Com certeza vai ter cobrança. Percebi que a torcida do Bahia é gigante; mais do que eu achava. Quando a gente está ganhando, a torcida vai estar a nosso favor. Perdendo, a gente tem que entender a cobrança, porque eles querem resultado”, falou.

Ouça abaixo:

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*