Bahia adquire 60% dos direitos econômicos de zagueiro e assina até 2022

Ignácio pertencia ao Santa Cruz, de Sergipe

O Esporte Clube Bahia anunciou na tarde desta segunda-feira (07) a aquisição em definitivo do zagueiro Ignácio, de 21 anos, que chegou emprestado em 2018, após passagens por Força e Luz-RN e ASSU, e deixou ótima impressão. De acordo com o comunicado, o Esquadrão adquiriu 60% dos direitos econômicos e  assinou um novo contrato até 31 de dezembro de 2022. O atleta pertencia ao Santa Cruz, de Sergipe, e é natural de Assu, no Rio Grande do Norte.

Contratado para jogar no Brasileirão de Aspirantes, Ignácio disputou quatro partidas e marcou 1 gol. Com a eliminação da equipe na competição Sub-23, ele passou a integrar o elenco profissional, tendo como concorrentes Tiago, Lucas Fonseca, Jackson, Douglas Grolli, Everson e Jaques. Pelo elenco profissional, participou de alguns minutos do empate diante do Grêmio, no Sul, pela Série A.

Veja abaixo a história do jogador:



Ignácio conquistou em 2018 uma ascensão meteórica. Em março do ano passado, ele defendia o modesto Força e Luz, que ficou sem calendário na temporada após disputar o Campeonato Potiguar. Emprestado pelo Santa Cruz, de Sergipe, ele atuou nos 14 jogos realizados pelo clube no estadual e marcou um gol, no empate em 1 a 1 com o ABC, no Frasqueirão.

Como o Força e Luz não atuaria mais no ano, o zagueiro foi repassado por empréstimo para a Associação Sportiva Sociedade Unida (ASSU), também do Rio Grande do Norte, para a disputa da Série D. Ele jogou as seis partidas da fase de grupos, cinco na condição de titular e uma como reserva. Com quatro derrotas, um empate e um triunfo, o time potiguar ficou em último no Grupo 5 e não avançou na competição.

A campanha ruim na Série D não impediu que Ignácio recebesse um convite do Bahia para passar por um período de testes no Fazendão. O desempenho demonstrado em Salvador agradou, o defensor chegou emprestado e se destacou no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Ele virou titular no meio da competição. Pelo elenco principal, jogou apenas alguns minutos de uma partida, porém, nos treinamentos mostrou ser um atleta com potencial e a diretoria se interessou em mantê-lo em definitivo.

VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Bahia adquire 60% dos direitos econômicos de zagueiro e assina até 2022 – Futebol Bahiano | Notícias da Bola

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*