Neílton: “Os únicos que me dão apoio são meus companheiros e auxiliares”

"Nada mais justo que comemorar com eles", disse Neilton

Foto: Maurícia da Mata/EC Vitória/Divulgação

Bastante criticado e contestado pela torcida, o atacante Neílton perdeu a titularidade nos últimos jogos e virou um banco de luxo no time do técnico Paulo César Carpegiani. Porém, o jogador parece disposto a recuperar o seu espaço e aos poucos vai fazendo isso. No triunfo sobre a Chapecoense, ele saiu do banco e carimbou a trave. Já neste domingo (21), o camisa 10 entrou no decorrer do 2º tempo e marcou o gol de empate do Leão no último minuto contra o Corinthians, no Barradão.

Após o jogo, o jogador não escondeu a felicidade pelo gol marcado e destacou que tinha que comemorar ao lado de quem realmente o apoia.

“Tenho que comemorar, os únicos que me dão apoio são meus companheiros e auxiliares. Nada mais justo que comemorar com eles”, disse.



O camisa 10 também analisou o resultado que, segundo ele, saiu com gosto de derrota pela circunstância da partida, mas valorizou o ponto conquistado. Mas destacou a importância de buscar os 3 pontos contra o São Paulo, sexta-feira (26), às 19h30, no Barradão.

“Pela circunstância da partida, no primeiro tempo, de ter tomado o empate, foi como uma derrota. Agora no final, a circunstância de eles terem virado e a gente ter empatado, é um ponto importantíssimo para nós em casa […] Agora vamos descansar, para que possamos conquistar os três pontos na próxima sexta”, disse.

Após empate, Carpegiani cogita modificações: “Não sou muito teimoso”

Deixe seu comentário