Enderson valoriza jogadores do Bahia e enaltece os merecidos 3 pontos

"Nós temos um grupo muito qualificado", disse o treinador

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

O técnico Enderson Moreira não entra em campo, é verdade, mas neste sábado ele foi decisivo ao colocar em campo o meia Vinícius no lugar de Zé Rafael aos 35 minutos do segundo tempo quando o jogo se apresentava bastante complicado e caminhava para terminar no empate por 0 x 0 diante do lanterna e quase rebaixado Paraná Clube, porém, o atual reserva (Vinícius) anotou de falta aos 39 e fechou a conta aos 43, decretando um triunfo fundamental por 2 x 0 e colocando dúvida na cabeça do treinador para as próximas partidas.

Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Enderson Moreira fez questão de exaltar e valorizar os seus jogadores, destacando o potencial e a representatividade deles dentro do futebol. O treinador também comemorou e enalteceu os 3 pontos conquistados, segundo ele, merecidos pela determinação da equipe durante os 90 minutos.

“A gente tem que valorizar muito o nosso elenco. Nós temos um grupo muito qualificado, jogadores com grande potencial, jogadores com uma grande representatividade dentro do futebol, jogadores de renome. A gente faz algumas alterações, escolhas, mas a equipe tem mantido um bom padrão de jogo assim. Hoje fomos merecedores do resultado, porque foi a equipe que buscou durante todo o tempo. Enaltecer que são três pontos importantíssimos na classificação”, afirmou na entrevista coletiva.

Enderson também comemorou e agradeceu o apoio do torcedor que compareceu em peso no Estádio Metropolitano de Pituaçu. Além disso, falou sobre as dificuldades impostas pelo Paraná, para ele, já esperado. Veja mais abaixo.



“Hoje o Bahia teve que ser muito preciso para poder as alternativas, buscar fazer o gol numa bola parada, que o Vinicius treina muito. Tem que enaltecer esse trabalho dele. É um jogador que está sempre ali treinando. Feliz pelo resultado, pelo apoio da nossa torcida que jogou junto. O importante foi esse triunfo e os três pontos. Estou no futebol há 20 anos. Essa situação se repete na minha vida durante muitas vezes. O jogo é extremamente complicado, difícil. Não é fácil vencer um jogo de Série A ou B. É sempre difícil, ainda mais com um adversário com a proposta que teve. Nunca vi tanto atendimento com o goleiro. Atendimento de virilha e o goleiro continuava batendo na bola. Os caras realmente vieram para não jogar. Claro que com o torcedor nos apoiando, nos incentivando a gente querendo fazer o resultado, buscar esse triunfo, então torna-se cada vez mais tenso, mas acho que a gente teve tranquilidade para buscar o resultado da maneira que podia buscar”, falou.

Assista aos melhores momentos do jogo Bahia 2 x 0 Paraná em Pituaçu

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*